Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Vargem Alta Polícia

Polícia


Polícia cumpre mandados e Operação Depuração continua em Vargem Alta

 

05.03.2018

 

 

Foto: portal Notícia Capixaba

Redação/Notícia Capixaba

 

A segunda fase da “Operação Depuração” deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Vargem Alta, requereu - e a Justiça deferiu na última sexta-feira (02), a conversão das prisões temporárias dos investigados em prisões preventivas. 

 

Segundo a nota 2 do MPES, as investigações incluiu novos elementos, surgidos no interrogatório de suspeitos e testemunhas, que apontaram a participação dos investigados em atos de fraude processual, supressão de documentos e aliciamento de testemunha.

 

Ainda segundo a nota 2, na quinta-feira (01) foram cumpridos mais três mandados de busca e apreensão. Entretanto, nada foi apreendido. O motivo do insucesso informou o MP, foi que segundo uma testemunha que se apresentou espontaneamente na Promotoria de Justiça de Vargem Alta, foi à eliminação de provas praticada por uma funcionária da empresa H. C. A. 

 

De acordo com o depoimento oficial, a suspeita ingressou no escritório alvo do mandado momentos antes da medida ser cumprida, rasgou documentos, guardou-os na bolsa e deixou o local em seguida.

 

A Operação Depuração, segundo o MP, busca esclarecer e aprofundar investigações relacionadas a crimes e irregularidades da gestão da pasta anterior da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Vargem Alta. As investigações mostram que servidores públicos utilizaram os cargos para atender a interesses privados, apropriando-se de valores públicos relativos a taxas de licenciamento ambiental.

 

Foram cumpridos, com o apoio da Polícia Militar e Polícia Civil, sete mandados de busca e apreensão; dois de prisão preventiva, de Altair Franco de Moraes e Maria Aparecida da Silva; e três de prisão temporária, de Robson de Oliveira Cleto, Bruno Onhas Pereira e Aldy Antônio Pizetta Júnior. 

 

Os envolvidos responderão ainda por associação criminosa, peculato e advocacia administrativa. Além do afastamento do secretário de Administração, o MPES também pediu a indisponibilidade dos bens de todos os envolvidos.

 

A Prefeitura de Vargem Alta através de nota informou que uma auditoria interna foi aberta para revisar todos os processos da Secretaria de Meio Ambiente e que está seguindo todas as orientações do Ministério Público Estadual.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© 2017 Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.