Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Cachoeiro de Itapemirim Saúde

Saúde


Combate a mosquito com moto fumacê tem primeiro ciclo concluído em Cachoeiro

 

02.10.2018

 

 

O primeiro ciclo do combate a mosquitos em Cachoeiro com o uso do moto fumacê foi concluído. Todos os bairros da área urbana do município foram contemplados com a dedetização iniciada na última semana de setembro, e o segundo ciclo de aplicações teve início nesta terça-feira (2), com ações em dez bairros.

 

As atividades são realizadas por uma empresa contratada pela prefeitura por meio de processo licitatório, com vínculo até setembro de 2019. Bairros, distritos e localidades rurais serão atendidos com o serviço, sendo que cada local receberá três visitas subsequentes de aplicação até o fim do ano. As ações seguem cronograma da Vigilância Ambiental, que dá prioridade aos locais com maior índice de infestação.

 

Ações seguem cronograma da Vigilância Ambiental, que dá prioridade aos locais com maior infestação - Foto: PMCI/Secom

O alvo principal é o pernilongo Culex, encontrado em grande quantidade na coleta de campo feita pelos técnicos do Núcleo de Entomologia e Malacologia (Nemes) da Unidade de Vigilância de Zoonoses (antigo CCZ) do município. O Culex causa maior incômodo aos moradores por conta de seu zunido e por suas picadas causarem mais irritação.

 

A moto fumacê também ajuda a diminuir a circulação do mosquito Aedes aegypti, que já é alvo de outras ações permanentes de combate. A picada do inseto não causa irritação, mas ele é o transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela, e se reproduz em qualquer época do ano, no frio ou calor, e em água parada suja ou limpa.

 

Além disso, as aplicações de inseticida por meio de bomba costal continuam, sobretudo nos locais com notificações de zika, dengue e chinkungunya, aumentando, gradativamente, a área de abrangência das ações de combate.

 

“O Culex é um pernilongo comum que causa muito desconforto para a população. Por isso o foco maior no combate a ele, sem nunca deixar de lado vigilância contra o Aedes. É importante que a população se conscientize e faça a sua parte evitando, por exemplo, o acúmulo de sujeira e lançamento irregular de esgoto, o que atrai esses mosquitos”, destaca a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© 2017 Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.