Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Marechal Floriano Artigo/Opinião

Artigo/Opinião


Coluna Pinga-Fogo: Escola Flores Passinato vira “Elefante Branco”, em Marechal Floriano

 

14.11.2018

 

 

Fotos: portal Notícia Capixaba

 

Não deixe que o problema, se transforme em “problema” - Artigo - Rael Sérgio

 

Uma novela sem fim, o novo prédio da Escola Flores Passinato Kuster, localizada em Soído de Baixo, zona rural de Marechal Floriano. A escola modelo, que seria fundamental na formação e qualificação dos alunos da região, está abandonada. 

 

A obra inaugurada cerca de dois anos pela Gestão anterior, se transformou em um verdadeiro “elefante branco”, com o matagal tomando conta. Enquanto a obra continua sem previsão para a conclusão, estudantes da localidade aguardam com ansiedade a inauguração da instituição de ensino.

 

Início da novela

 

O prefeito Cacau Lorenzoni, no início de sua administração, solicitou uma vistoria ao Corpo de Bombeiros. Conforme a Prefeitura, o militar que inspecionou a obra, pontuou que havia irregularidades na edificação e recomendou que o município encaminhasse pedido de vistoria à Defesa Civil Estadual. Laudo de Interdição 0034/2017, elaborado pelo engenheiro Roney Gomes Nascimento, também apontou grave problema estrutural.

 

Na época, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC), constatou que o prédio apresentava sérios problemas estruturais, bem como rachaduras, telhas quebradas, trincas e umidade nas paredes.

 

Ainda na época, a secretária municipal de Educação, Édia Klippel disse que nenhum aluno ficou sem estudar. A secretária disse ainda que a Prefeitura realizou reparos na antiga escola, onde está funcionando provisoriamente até que sejam sanados os problemas na nova escola.

 

Capítulo 2

 

A Prefeitura notificou a construtora responsável, para realizar as mudanças necessárias, e assim depois entregaria a escola para a comunidade. Porém, só ficou na notificação, pois a construtora responsável, até o momento, não se pronunciou.

 

Capítulo 3

 

A situação piorou, após uma empresa ganhar a licitação, e recusar realizar os reparos, conforme a imagem abaixo. 

 

A novela sem fim - Capítulo 4 - Cadê o dinheiro que tava aqui?

 

Moral da história, milhões foram gastos na construção desta obra, e alguém tem que ‘pagar o pato’, pois pais de alunos e o vice-presidente da Associação de Soído de Baixo, João Adilson Scalfone, querem solução, e ainda cobram posicionamento dos Órgãos Públicos. 

 

 

Clique e comente a matéria

Comentários


15/11/2018 - D.Carneiro

No meu entender, todos os que responderam sobre o assunto relacionado a escola interditada, estão coberto de razão. No entanto, cadê o irresponsável do Lidiney, que não vem a poublico explicar porque deixou uma empresa construir a escola sem fundações? Aliás, é bom que fique claro, que o Lidiney é tão irresponsável, que não terminou nenhuma obra que comessou!!


14/11/2018 - ARealidade

A realidade é que o Prédio está condenado, está desabando, infelizmente por incompetência de quem o construiu, tentar consertar será muito caro e irá transferir a responsabilidade para a nova administração, a solução é demolir parte ou todo o prédio, é claro responsabilizar os responsáveis pela construção do mesmo.


14/11/2018 - Morador de Soído

Bom analise senhor Rael. Também queremos saber cade o verba e a conclusão da escola. Comunidade agradece a matéria.


 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© 2017 Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.