Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Espírito Santo Geral

Geral


Após tragédia em Brumadinho,Governo do ES terá comitê para acompanhar barragens de rejeitos na Bacia do Rio Doce

 

28.01.2019

 

 

O governador do Estado, Renato Casagrande, se reuniu com secretários, presidentes e diretores de órgãos e autarquias, nesta segunda-feira (28), e anunciou a criação de um comitê para acompanhar as barragens de rejeitos que fazem parte da Bacia do Rio Doce. Além disso, o governador reativou o Comitê de Acompanhamento de Adversidades Climáticas, responsável pelo acompanhamento de períodos de seca, excessos de chuvas e queimadas.

 

Para Casagrande, é importante o Estado estar atento aos planos de segurança das empresas, mantendo um diálogo permanente com os órgãos de fiscalização de Minas Gerais:

 


Equipe especializada do Corpo de Bombeiros Militar do ES chega à Brumadinho/MG - Foto: Secom/ES

“Vamos estabelecer um termo de parceria técnica entre os órgãos de fiscalização dos estados do Espírito Santo e de Minas Gerais para que possamos ter acesso às informações dos planos de segurança das empresas que têm barragens de rejeitos na Bacia do Rio Doce e podem atingir o nosso Estado. Vou manter um diálogo com o Governo Federal através dos Ministérios de Meio Ambiente, de Desenvolvimento Regional, com a Agência Nacional de Águas (ANA) e com o governador de Minas Gerais, para que possamos receber essas informações”, ressaltou.

 

O governador também afirmou que vai acionar a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para buscar o “melhor instrumento judicial para que as empresas sejam notificadas a nos manter informados de seus planos de segurança”.

 

Atualmente, o Espírito Santo conta com 98 barragens de água particulares e outras 15 públicas, sendo seis entregues e nove ainda em construção. O Governo do Estado definiu que a fiscalização ficará responsável pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), para que possa ser realizado um levantamento da situação de todas as barragens. 

 

“Definimos com clareza hoje o que cada órgão fará e a Agerh é quem vai fiscalizar essas barragens. Se precisar clarear a lei através de um decreto, vamos fazer. Se a Agerh não tiver técnicos responsáveis suficientes, vai ter que contratar empresas especializadas que nos apresentem laudos de segurança dessas barragens. Começamos recentemente a fazer implementação de barragens de forma coletiva e a Agerh vai ter que se adaptar para que possamos dar segurança aos capixabas”, garantiu Casagrande.

 

Monitoramento do clima

 

Na reunião desta segunda-feira, o governador também anunciou a reativação do Comitê de Acompanhamento de Adversidades Climáticas, criado em seu primeiro mandato. O comitê fica sob responsabilidade da Defesa Civil do Estado e avalia a situação do clima no Espírito Santo. 

 

“Atualmente estamos com muito sol e surgem focos de incêndio, mas assim como estamos com muito sol, podemos ter um período de muita chuva. O comitê, reativado a partir de hoje, poderá nos preparar para qualquer adversidade”, afirmou.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© 2017 Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.