Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Santa Teresa Agricultura

Agricultura


Agricultor de Santa Teresa consegue primeiro plano de manejo do fruto da palmeira Juçara

 

29.03.2019

 

 

A propriedade Rancho Fundo, localizada no município de Santa Teresa é o primeiro sítio de extração florestal do fruto da palmeira Juçara (Euterpe edulis), com plano de manejo aprovado para fabricação de polpa no Espírito Santo. A conquista teve o apoio do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), por meio do Projeto Biomas/Mata Atlântica. 

 

Conduzido pelo agricultor familiar Emerson Miranda é o primeiro no Estado que atende a instrução normativa que regulamenta a extração da espécie. Para comemorar a conquista houve uma confraternização na propriedade com a participação dos parceiros: as secretarias de Meio Ambiente, Agricultura e Turismo e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 

 

De acordo com a bióloga e coordenadora do Projeto, Fabiana Ruas, o produtor e a esposa fizeram curso de coleta de sementes e produção de mudas florestais da Mata Atlântica, promovido pelo Projeto Biomas, em 2017, e desde então são parceiros do projeto. 

 

“Várias visitas ao sítio foram realizadas nas quais constatamos grande riqueza natural da propriedade e identificamos a potencialidade da família trabalhar com exploração da palmeira juçara, nativa da Mata Atlântica e entre as espécies ameaçadas de extinção, cujos frutos são semelhantes ao açaí, como preconiza a Instrução Normativa 003/2013 a qual ainda nenhum produtor tinha feito uso”, explicou.

 

Conduzido pelo agricultor familiar Emerson Miranda é o primeiro no Estado que atende a instrução normativa que regulamenta a extração da espécie - Foto: Incaper

Por meio do projeto, segundo a bióloga, e em conjunto com escritório local do Incaper de Santa Teresa, conseguiram atender a todos os critérios para aprovação do plano de manejo junto ao Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espirito Santo (Idaf). “A importância deste trabalho é que com a colheita dos frutos de forma amigável ao meio ambiente, o produtor além de contribuir para a preservação da espécie, ainda pode obter renda (com polpa, sementes, mudas, por exemplo) sem ter que matar a palmeira, como no caso de extração do palmito”, afirmou.

 

A família está conseguindo articulações importantes na região serrana do Estado, como empresas de grifes ecológicas, chocolates artesanais com as trufas com recheio de polpa da juçara, energético e diversos outros subprodutos que estão sendo pesquisados em parceria com universidades. 

 

Segundo o produtor rural, o plano de manejo foi elaborado pelo escritório local do Incaper de Santa Teresa o que está nos proporcionando sair de uma situação de risco social, estávamos sem perspectiva de renda na propriedade que é quase 100% de Área de Preservação Permanente (APP). “Hoje, estamos iniciando a produção de polpa de frutos de Juçara, para nossa família”, disse.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© 2017 Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.