Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Cachoeiro de Itapemirim Polícia

Polícia


Polícia identifica dois suspeitos de matar transexual em Cachoeiro

 

25.06.2019

 

 

Foto: Divulgação

 

A equipe da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Cachoeiro de Itapemirim identificou os suspeitos de assassinarem o transexual Jaylan Pedro Soeiro de Oliveira, de 21 anos.  M. G. S, de 28 anos e M. A., de 19 anos são suspeitos de participar do crime, ocorrido no dia 30 de maio, no bairro Coramara, no município.  O inquérito foi concluído no último dia 19 deste mês.

 

De acordo com o responsável pelo Deic, delegado José Augusto Militão, a vítima e um amigo de 20 anos, estavam fazendo ponto de prostituição em um determinado local do município quando os suspeitos se aproximaram dizendo que queriam fazer um programa. “Outro transexual estava perto, viu a abordagem e achou estranha. Diante disso ele anotou a placa do veículo onde os suspeitos estavam. Logo após, ele ficou sabendo que uma das transexuais teria sido atingida por um disparo de arma de fogo”, disse o delegado.

 

Jaylan de Oliveira chegou a ser socorrido por policiais militares que estavam na região, mas ele não resistiu aos ferimentos. “Durante o depoimento, a testemunha contou que os suspeitos queriam roubá-las e que eles não tinham dinheiro para pagar pelo serviço. A partir dos relatos e da anotação da placa do veículo utilizado pelos suspeitos, nós iniciamos as investigações, identificamos o proprietário do veículo, que naquele momento era tido como suspeito”, afirmou Militão.

 

O delegado informou que, durante o depoimento, o dono do veículo alegou que é usuário de drogas e, por isso, foi forçado a deixar o veículo com traficantes da cidade para quitar dívidas de drogas. “Além disso, teve que passar a propriedade do veículo para a namorada de um dos envolvidos no latrocínio”, explicou.

 

O chefe do Deic ainda relatou, que com as informações do cartório foi possível encontrar M.G.S. “Ele confessou o crime, no entanto disse que não queria roubar as vítimas. Ele disse que houve uma confusão no acordo do pagamento do programa, pois os  suspeitos queriam pagar com drogas e as vítimas não aceitaram. A partir disso, houve uma luta corporal entre os suspeitos e a vítima, momento que o disparo foi efetuado acidentalmente”, informou o delegado.

 

Durante as investigações, os policiais também descobriram que J.H.S.C., de 20 anos, é o suspeito de ameaçar e extorquir o proprietário do veículo, obrigando-o a transferir a propriedade do carro para a namorada de um dos indivíduos envolvidos no latrocínio.  “Ele ainda não foi encontrado e o veículo também não foi apreendido até o momento, pois os investigados alegam estar com terceiros. Em relação a arma utilizada no crime, os detidos disseram tê-la dispensado no Rio Itapemirim logo após o crime”, afirmou Militão.

 

O delegado ressalta que os policiais civis continuam a procura dos suspeitos e pede a ajuda da população. “Caso alguém tenha alguma informação dos suspeitos, que ligue para o Disque-Denúncia-181 ou denuncie através do sitehttps://disquedenuncia181.es.gov.br/”, informou.

 

M.G.S e M.A. serão indiciados pelos latrocínio e roubo majorado e J.H.S.C. será indiciado por extorsão majorada.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

  noticiacapixaba@noticiacapixaba.com

  redacao@noticiacapixaba.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web