Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Cachoeiro de Itapemirim Geral

Geral


BRK Ambiental de Cachoeiro: Entenda a importância de limpar a caixa d’água periodicamente

 

06.09.2019

 

 

Foto: Noticia Capixaba

 

Redação

 

Atualmente, 99,60% da população de Cachoeiro de Itapemirim é abastecida com água potável de qualidade, comprovada por ensaios que atestam o padrão de potabilidade para consumo de acordo com as legislações. No entanto, uma prática fundamental deve ser adotada pelos moradores para a manutenção da qualidade da água até que ela saia nas torneiras das residências: a limpeza periódica da caixa d'água.

 

De acordo com o gerente Operacional da BRK Ambiental, Jocimar de Assis Alves, a água captada para abastecimento passa por várias etapas de tratamento para assegurar a sua qualidade, como coagulação, floculação, decantação, filtragem e desinfecção. "A falta de higienização adequada nos reservatórios residenciais pode favorecer a reprodução de bactérias e protozoários no local, podendo causar, muitas vezes, problemas de saúde aos moradores", alerta.

 

Além da contaminação da água, outra consequência da falta de higienização nas caixas d'água é o entupimento dos encanamentos da residência, provocado pelo acúmulo de sujeira no fundo do recipiente que pode entrar pelos dutos. Como prevenção, Jocimar Alves recomenda que a limpeza nos reservatórios residenciais ocorra a cada seis meses.

 

"É importante também manter a caixa d'água sempre fechada, evitando que se tornem possíveis criadouros do mosquito da dengue e que a água tenha contato com insetos", orienta.

 

Mas como realizar uma limpeza adequada nas caixas d'água? O gerente Operacional da BRK Ambiental indica alguns passos importantes, como a utilização de equipamentos adequados, o fechamento do registro de água, o esgotamento da água que estiver no local, deixando pouco mais de um palmo dentro da caixa, e a secagem completa do reservatório antes de voltar a enchê-lo. "Devemos lembrar que toda a água escoada durante a limpeza de uma caixa d'água pode ser reaproveitada, seja na própria higiene do local ou para limpar a casa ou o carro, por exemplo", completa.

 

Em 2018, a BRK Ambiental realizou 313.249 ensaios de qualidade da água. Anualmente, a concessionária também compartilha com a população o Relatório da Qualidade da Água, que ainda fica disponível no site da empresa (https://www.brkambiental.com.br/cachoeiro-de-itapemirim/relatorios-de-qualidade).

 

Passo a passo para a limpeza da caixa d'água:

 

Reserve os equipamentos: luvas de borracha, escova de nylon nova, balde, panos limpos e água sanitária.

 

Bloqueie o fornecimento de água: feche o registro do cavalete da entrada de água que vem da rua para abastecer sua caixa; ou, prenda a boia do reservatório para bloquear a entrada da água.

 

Esvazie a caixa d'água: evite o desperdício. Use a água ainda armazenada na caixa para as atividades cotidianas. Quando restar pouco mais de um palmo de água dentro da caixa, você pode iniciar a limpeza.

 

Feche a saída de água: coloque as luvas e, com apenas um palmo de água dentro da caixa, tampe a saída que vai para o encanamento para evitar que o material de limpeza desça pelos canos.

 

Inicie a limpeza: aplique a água sanitária e esfregue o fundo e as paredes da caixa d'água com uma escova de nylon nova e limpa. Só água sanitária já é suficiente. Não use sabão, detergente ou qualquer outro produto na sua caixa.

 

Enxugue a caixa d'água: com a ajuda de um balde e dos panos, retire toda a água que ainda sobrou na caixa.

 

Volte a encher o reservatório: abra o registro do cavalete externo ou retire a boia e deixe que a caixa volte a encher de água. Importante: Mantenha tampada a saída de água da caixa para os encanamentos da casa.

 

Despeje mais água sanitária e libere a saída da água para o encanamento: com a caixa novamente cheia, despeje dois litros de água sanitária para cada 1.000 litros de água. Aguarde duas horas. Durante este período, não utilize a água armazenada. Feche novamente o registro de cavalete e destampe a saída de água da caixa para o encanamento.

 

Deixe que a água desinfectada desça pelo encanamento. Atenção: Essa água não deve ser consumida e só pode ser reutilizada nas descargas e na faxina da residência.

 

Volte a encher o reservatório: com a caixa novamente vazia, abra o registro do cavalete e deixe que o abastecimento seja retomado.

 

Reinicie o abastecimento: agora, é só tampar a caixa d'água para evitar a entrada de sujeira e a propagação do mosquito da dengue. Refaça todo o processo dentro de seis meses.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

  noticiacapixaba@noticiacapixaba.com

  redacao@noticiacapixaba.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web