Menu

Notícia Capixaba - Navegação

Home Espírito Santo Polícia

Polícia


Operação Caim VIII resulta em 19 prisões em todo o Estado

 

09.07.2020

 

 

Foto: PCES

 

Redação

 

Na manhã da última sexta-feira (02) foi deflagrada, em todo o Estado, a oitava fase da Operação Caim, planejada pela Superintendência de Polícia Especializada (SPE) da Polícia Civil (PCES). Nesta etapa, 19 prisões foram realizadas, além de apreensão de armas de fogo e munições.

 

Na Grande Vitória, a oitava edição da Operação Caim contou com cerca de 200 agentes de Segurança Pública, reunindo equipes da Polícia Civil, Companhia Independente de Missões Especiais (Cimpesp) da Polícia Militar (PMES), Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal e Guardas Municipais, totalizando cerca de 200 agentes de segurança pública. 

 

“É um trabalho importantíssimo realizado pela nossa Polícia Civil do Espírito Santo que propicia a chegada das forças de segurança até os locais de abordagem. Foram 19 pessoas presas, sendo três homicidas”, afirmou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Ramalho. 

 

O objetivo da Operação Caim é direcionar esforços das unidades especializadas da Grande Vitória e do interior do Estado para a redução dos índices de criminalidade, principalmente o número de homicídios. O foco é o combate a organizações criminosas que atuam, principalmente, na Grande Vitória, o cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, e a prisão de homicidas e de traficantes. 

 

Entre as prisões realizadas, destaca-se a de um indivíduo de 26 anos considerado de alta periculosidade. O detido possuía quatro mandados de prisão em aberto, tem envolvimento em, pelo menos, sete homicídios cometidos em Vitória, e é considerado um dos chefes do tráfico de drogas no Bairro da Penha. Ele foi encontrado durante buscas no bairro Bonfim, em Vitória

 

“Este é um homicida contumaz, com apenas 26 anos, porém autor de vários homicídios, nos bairros Piedade e Moscoso. No ano de 2018, ganhou notoriedade com o homicídio de dois irmãos, em 2019, também foi autor de um triplo homicídio> Neste ano, no dia 11 de junho, liderou um ataque no morro da Piedade que vitimou pessoas inocentes (...). Hoje, em um trabalho conjunto, efetuamos sua prisão”, relatou o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória, delegado Marcelo Cavalcanti.

 

Histórico

 

O total da Operação Caim, até a oitava fase, é de 232 detenções, 49 armas, 1.315 munições, 11 veículos, drogas e mais de R$ 40 mil em dinheiro apreendidos. Em todo o Estado, 138 mandados judiciais foram cumpridos nas oito etapas.

 

O nome “Operação Caim” faz referência à história bíblica dos irmãos Caim e Abel, e remonta ao primeiro homicídio sobre o qual a sociedade teve conhecimento.

 

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

 

Comentários Facebook


Agora ficou mais fácil para você leitor,
sugerir pautas e interagir com o jornal.

 

  (28) 99938-5959

  noticiacapixabaes@gmail.com

  noticiacapixaba@noticiacapixaba.com

  redacao@noticiacapixaba.com

 

Siga-nos no Facebook!

Notícia Capixaba

 

O Portal Notícia Capixaba é campeão de acessos no segmento de portais de notícias regionais e se esforça para atender o cidadão com o que há de mais profissional em informação.

 

© Notícia Capixaba. Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web