terça-feira,
20 de fevereiro de 2024

Polícia investiga desaparecimento de empresária da zona rural de Domingos Martins

Ana Paula Mill/Gazeta/Rael Sérgio.

Dona de um salão de beleza, Rosilene da Costa Silveira Delpupo, 33 anos, está desaparecida desde a última quinta-feira, quando saiu de casa, na localidade de São Bento, em Domingos Martins, Região Serrana do Estado. Ela estava de moto e saiu durante a tarde.

A moto da empresária foi encontrada em Venda Nova do Imigrante, na última segunda-feira. Só então, as polícias Civil e Militar foram avisadas do desaparecimento de Rosilene.

Segundo a delegada de Venda Nova, Maria Elizabeth Zanoli – que ajuda nas investigações – familiares já prestaram depoimento à Polícia Civil.

“A irmã dela contou que Rosilene ligou para ela na quinta-feira. O cunhado atendeu à ligação e disse que a mulher não estava em casa. Quando a irmã chegou, recebeu o recado e retornou a ligação para Rosilene. Na primeira vez, o telefone chamou e ninguém a entendeu. Na segunda tentativa, aconteceu a mesma coisa. Já na terceira ligação, o celular deu fora de área”, contou a delegada.

A dona do salão teria saído de casa de moto, com uma mochila nas costas, na tarde de quinta-feira. Depois, não foi mais vista.

Elizabeth Zanoli disse, ainda, que a moto de Rosilene foi deixada na sexta-feira, estacionada na Rua Minete, em Venda Nova. “A motocicleta ficou estacionada nessa rua, que é pouco movimentada. Moradores acharam estranhos e, somente na segunda-feira, comunicaram à polícia que o veículo estava lá. Pela placa, chegamos até o nome dela e entramos em contato com a família”, ressaltou a delegada.

A partir daí, parentes e pessoas ligadas a Rosilene prestaram depoimento à Polícia Civil de Venda Nova, Afonso Cláudio, Marechal Floriano e Domingos Martins. A Polícia Militar está trabalhando em conjunto, para tentar localizar Rosilene.

A dona do salão de beleza tem um filho de 17 anos. Ela se separou do marido no mês passado, segundo informações da polícia. Parentes disseram que ela não costumava sair de casa sem avisar.

A moto de Rosilene, uma CG150, de cor preta e com placa ODO-5206, foi levada para a Delegacia de Venda Nova.

O ex-marido de Rosilene foi ouvido, na manhã de terça-feira, pelo delegado de Afonso Cláudio, Virgílio de Barros Rodrigues.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *