sábado,
25 de maio de 2024

Salário de deputado no Brasil é maior que no Japão, na Alemanha e no Canadá

Notícia Capixaba.

Conforme levantamento realizado pela revista The Economist, referenciado pelo blog Achados Econômicos, o “salário básico” de parlamentares brasileiros é maior que em países ricos e desenvolvidos, como Japão, Alemanha e Canadá.

Caso se considere proporcionalmente ao PIB (Produto Interno Bruto) per capita, isto é, pela “média” de renda dos cidadãos brasileiros, o salário dos parlamentares brasileiros superam o de 24 dos 29 países analisados.Atualmente, os ganhos atingem, apenas em relação ao salário básico, US$157,6 mil por ano (13 vezes a média de renda dos brasileiros).

Na França e na Suécia, o salário básico equivale a, no máximo, duas vezes o PIB per capita.Na Espanha e na Noruega, a remuneração é muito próxima do PIB per capita e, em outros países ricos, como Estados Unidos e Alemanha, o valor não chega a quatro vezes o PIB per capita.Na Espanha, o salário de um parlamentar corresponde a US$43,9 mil por ano.

No entanto, tal conta não corresponde, ainda, ao total de verbas destinadas aos parlamentares brasileiros. Há, ainda, verbas indenizatórias, verbas de gabinete ou cargos de confiança, cota parlamentar, plano de saúde ilimitado, passagens aéreas, auxílio-moradia, carro oficial, entre outros, chegando a atingir mais de R$140.000,00 por mês.

Desse modo, somando-se os custos das casas legislativas, o Brasil “supera”, em despesas, mesmo os colocados acima do mesmo em ranking de salários.Qual é a sua opinião a respeito de tais despesas? São necessárias e convenientes para o conforto e a motivação de parlamentares, os quais desempenhariam função essencial ao país?

São perdulárias ou até mesmo imorais, tendo em vista a desnecessidade, o excesso e a disparidade para com a renda média dos brasileiros? Tais despesas deveriam ser diminuídas, de forma a reverter as verbas remanescentes em benefícios para a população, como saúde e educação? Manifeste sua opinião e contribua para o diálogo democrático.

Com informações de UOL e Terra.

 

 
Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *