domingo,
14 de julho de 2024

PC prendem suspeito de roubar e tentar matar um casal em Santa Maria de Jetibá

Notícia Capixaba.

Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Santa Maria de Jetibá prenderam nesta quarta-feira (28) o suspeito que roubou e tentou matar um casal em maio deste ano, na zona rural do bairro São Luiz, no município.

S. O. J., 27 anos, foi detido no bairro Vila Jetibá, também no município. De acordo com o titular da DP, delegado Carlos Tadeu Carvalho de Menezes, o suspeito foi preso em virtude de um mandado de prisão e já tinha passagens pela Justiça por furto. “Recebemos uma denúncia anônima por meio do Disque – Denúncia -181 e conseguimos localizá-lo na residência de um amigo”, informou o delegado.

O responsável pela operação revelou também que o crime ocorreu próximo à residência do casal e que S. O. J. usou um revólver calibre 38. “O suspeito efetuou cinco disparos contra o casal, sendo que a moça foi atingida com um tiro no rosto e continua internada. Ele conseguiu roubar um aparelho celular e R$60 em dinheiro”, disse Carlos Tadeu.

Segundo o delegado, os policiais levaram algumas fotos do suspeito até o hospital onde a vítima está internada que reconheceu S. O. J. como autor do crime.

Durante o depoimento, S. J. O. não soube informar onde está o aparelho de celular. “Ele confessou que, no dia seguinte ao crime, cadastrou um novo chip para um amigo usar. O aparelho celular possui um sistema de furto e, no momento em que, o novo chip foi inserido, uma mensagem de texto foi enviada automaticamente para todos os contatos já cadastrados no aparelho informando o novo número”, explicou o delegado que disse ainda que o suspeito não soube informar quem era o amigo citado.

S. O. J. foi autuado e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV), onde permanece à disposição da Justiça.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *