sábado,
22 de junho de 2024

Polícia Ambiental paralisa empresa de rochas ornamentais em Gironda

A empresa funcionava descumprindo a legislação ambiental.

Em operação conjunta com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Cachoeiro de Itapemirim, a Polícia Militar Ambiental realizou fiscalização nesta terça-feira (17), em uma empresa de beneficiamento de rochas ornamentais, localizada no interior do município, no distrito de Gironda.

No local, os policiais e os agentes da secretaria constataram que a empresa estava operando com a licença de operação vencida e estava depositando lama abrasiva e movimentando terra a menos de trinta metros de curso d’água, que é considerado área de preservação permanente (APP).

Segundo os integrantes da Secretaria de Meio Ambiente, a empresa protocolou pedido de renovação de licença, porém deixou de atender algumas condicionantes. Diante do crime ambiental, as atividades foram paralisadas, sendo a polideira e os teares lacrados e a responsável pela empresa conduzida para a Delegacia de Polícia Civil de Cachoeiro de Itapemirim para prestar informações.

A responsável foi orientada pelos integrantes da operação a sanar as irregularidades para enfim ter sua licença para funcionar normalmente.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *