terça-feira,
16 de abril de 2024

Pastor é sequestrado em Vitória e abandonado às margens da BR 262, em Domingos Martins

Um policial militar aposentado, que hoje é pastor da Igreja Batista, em Piúma, no Sul do Espírito Santo, foi sequestrado em Vitória, na tarde desta quinta-feira (31). Identificado apenas pelas iniciais RCP, ele tem 44 anos e esteve na Capital para receber um benefício de R$ 400. Quando saía da agência bancária, foi abordado pelos sequestradores em uma moto, por volta das 14h30.

De acordo com informações do pastor, três suspeitos o abordaram próximo à agência bancária. Dois estavam em uma moto e outro estava em uma esquina aguardando a saída do aposentado. RCP foi obrigado a ir para a parte de trás do veículo.”Um homem assumiu a direção e depois outro entrou na parte de trás. Eles pediram para eu ficar quieto. Outro rapaz foi na moto seguindo a gente. Pelo sotaque deles, pareciam ser cariocas”, afirma.

Os suspeitos levaram o policial militar aposentado a um local deserto às margens da BR 262, na altura do município de Domingos Martins. Já eram 18 horas quando os criminosos abandonaram a vítima.

“Sem telefone nem nada, eu fiquei muito tempo lá esperando alguém me dar carona. Foi difícil porque ninguém queria parar. Depois de um tempo, um taxista parou, achando que fosse uma corrida e me deu uma carona”, lembra.

O pastor foi levado até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Viana. Lá ele explicou o que aconteceu. Depois ele foi encaminhado a Vitória por uma viatura da Polícia Militar para registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, em Vitória. “Eu só pensei na minha família e em Deus. Tudo o que estava na minha frente sumiu, como um branco. Minha coluna está doendo porque eles forçaram muito minha cabeça para baixo”, contou.

No crime, os bandidos levaram o veículo New Fiesta do PM aposentado, placas OVj 8037, um aparelho GPS e documentos pessoais.

Fonte: Gazeta Online

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *