terça-feira,
16 de abril de 2024

Sessão Solene comemora o centenário do Padre Cleto Caliman

Evento terá lançamento de selo e cartão postal e descerramento do Memorial do Centenário em Venda Nova

O centenário de nascimento do Padre Cleto Caliman será comemorado pela Câmara Municipal de Venda Nova do Imigrante com uma Sessão Solene. O evento será realizado no dia 09 de outubro, data de aniversário do Padre Cleto, no Centro Cultural e Turístico, às 19 horas. Na ocasião, será feito o descerramento do Memorial do Centenário, uma homenagem que ficará fixada na Câmara Municipal.

Além disso, serão lançados o selo e o cartão postal em homenagem ao Padre Cleto, uma parceria dos Correios com a Prefeitura Municipal. O público presente ainda poderá conhecer um pouco mais da vida do sacerdote. Familiares e entidades do Município vão falar sobre a atuação dele nas mais diversas atividades. E o Coral Santa Cecília, uma das suas criações, vai se apresentar durante o evento.

O projeto de decreto legislativo nº 05/2014, que dispõe sobre o Memorial Alusivo ao Centenário, foi aprovado, em única votação, durante a Sessão Ordinária da última terça-feira (23).

Centenário

Ao longo de sua trajetória, Padre Cleto Caliman sempre buscou contribuir para o progresso de Venda Nova. Com o apoio da comunidade, ele criou o Coral Santa Cecília e a Festa da Polenta; trouxe o colégio Salesiano, ajudando na educação; fez parte dos fundadores do Hospital Padre Máximo; e, através da influência dele, conseguiu os serviços de telefonia, correios e torre de TV.

Em Venda Nova do Imigrante, o Centro de Eventos leva nome do Padre Cleto. O local abriga as principais festas do Município, entre elas a Festa da Polenta. E desde 2005, a Câmara Municipal concede a Comenda do Imigrante Padre Cleto Caliman, a maior honraria do Município, criada em 2005, que é entregue a concedida a pessoas, entidades e associações que contribuem para o Município.

Histórico

Padre Cleto nasceu em 14 de outubro de 1914, o primeiro filho de Fioravante Caliman e Maria Carnielli, que ainda outros 15 filhos. Aos nove anos, foi para o seminário em Jaciguá, Vargem Alta, onde concluiu a quarta série primária. O segundo grau foi concluído em Lavrinhas- SP e o noviciado em Campinas- SP.

Sua ordenação sacerdotal ocorreu em São Paulo, na Ordem dos Salesianos de Dom Bosco, e sua primeira Missa foi celebrada em Venda Nova, em 25 de dezembro de 1943. Os alunos do Colégio Salesiano de Jaciguá vieram com banda de música para cantar.

Ele se formou nos cursos de Filosofia e Teologia e trabalhou como diretor escolar e professor de português, matemática, história geral, geografia e canto orfeônico. Atuou em diversas instituições educacionais nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás e Espírito Santo. Em Venda Nova, foi diretor e ecônomo do Instituto Salesiano Pedro Palácios, hoje Escola Estadual Fioravante Caliman.

O trabalho de Padre Cleto foi reconhecido com os diversos títulos e honrarias que ele recebeu, como a Medalha Anchieta, outorgada pelo governador do estado da Guanabara- Rio de Janeiro, em 1974; a Comenda Domingos Martins, entregue pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo, em 1984; e a Medalha do Imigrante, concedida pelo governador do Espírito Santo, em 2002. Ele faleceu em 6 de fevereiro de 2005.

 
Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *