terça-feira,
20 de fevereiro de 2024

Premiação para os melhores cafés arábicas do ES e MG

Estão abertas as inscrições do Prêmio Pio Corteletti Arábica; a Coopeavi distribuirá R$34,5 mil e ainda pagará R$30 de ágio em cada saca com nota de 80 acima

A Cooperativa Agropecuária Centro Serrana- Coopeavi irá premiar os melhores cafés arábica produzidos no Espírito Santo e em Minas Gerais, por meio do Prêmio Pio Corteletti Arábica. Além da tradicional premiação do grão descascado também serão premiados os cafés naturais mineiros. Serão distribuídos mais de R$30 mil. As inscrições podem ser feitas em uma das filiais da cooperativa até o dia 13 de novembro.

Essa é uma oportunidade de conhecer os cafés diferenciados. Para os produtores é um reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido ao longo do ano em prol da qualidade. Além da premiação em dinheiro, os cafeicultores, que se inscreverem e se enquadrarem no padrão mínimo estabelecido no regulamento, com nota acima de 80 (categoria descascado) e 75 (categoria natural), receberão um ágio de R$ 30 por saca.

O concurso premia duas categorias de cafés em Minas, cereja descascado e natural. O objetivo é abranger todos os produtores que buscam por meio do manejo agregar valor ao seu produto. “Pela primeira vez vamos premiar os melhores cafés naturais em Minas Gerais, a região que atuamos existe bons cafés, mas os produtores ainda não despolpam, por isso, vamos incentivar a qualidade entre esse grupo de cafeicultores também”, afirma João Elvídio, gerente de Mercado de Café da Coopeavi. No Espírito Santo, serão premiados os melhores cafés na categoria cereja descascado.

Para participar do Prêmio Pio Corteletti Arábica, o produtor precisa ser cooperado da Coopeavi e possuir um lote com volume no mínimo de cinco sacas e no máximo 30 sacas de café beneficiadas com 60 quilos cada. Todos os grãos devem ser preparados por via úmida (categoria cereja descascado), natural (categoria natural) e não serão aceitos cafés brunidos. Os padrões mínimos exigidos ainda são: peneira 15 acima, com tolerância de cinco por cento de vazamento, cor verde uniforme e até 12% de umidade. Na categoria de cereja descascado serão aceitos os cafés tipo 2/3 Classificação Oficial Brasileira (COB), com até 26 defeitos, já na categoria natural serão aceitos cafés tipo 4/5 COB, com até 46 defeitos.

As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de novembro em uma das filiais da cooperativa que possuem ponto de compra de café. As amostras passarão por análise sensorial. A comissão de julgamento contará com três profissionais devidamente reconhecidos na área de classificação e degustação de café, sendo um membro da Coopeavi e os demais membros externos e independentes. A lista com os nomes dos 10 finalistas de cada categoria, em ambas etapas (MG e ES), serão anunciados no dia 25 de novembro.

Os dez melhores grãos, cinco da categoria natural e cinco da categoria cereja descascados, da etapa mineira serão conhecidos no dia 4 de dezembro em Minas Gerais. Um dia após, será a vez de conhecer os melhores cafés do Espírito Santo, dia 5 de dezembro.

O regulamento do concurso de qualidade do café arábica, Pio Corteletti Arábica, está disponível no site da cooperativa (www.coopeavi.coop.br).

 
Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *