sexta-feira,
19 de julho de 2024

Três pessoas são presas por tráfico em Venda Nova

Valdinei Guimarães/radiofmz.

Eles planejavam assaltar uma pedreira no fim desta semana

Denúncias anônimas levaram a uma operação conjunta das polícias Civil e Militar que resultou na prisão de três homens em Venda Nova do Imigrante nessa terça-feira (16). Dois deles foram acusados de tráfico de drogas e o terceiro estava com mandado de prisão em aberto por homicídio. Eles planejavam assaltar uma pedreira no fim desta semana.

Na operação, foram cumpridos mandados de busca na casa de suspeitos de envolvimento com tráfico. Os acusados são moradores da localidade de Alto Caxixe, área rural do município. Um dos presos é Tiago Bicker Leroza (19). De acordo a Polícia Civil, na casa dele, foram encontrados seis porções de maconha, 1 papelote de cocaína, 4 pedras de crack e latinhas de alumínio usadas para consumir a droga. Também foi preso Lucas Cazzemiro Leopoldino (23), que estava com Tiago no momento da abordagem e é acusado de envolvimento no tráfico.

O terceiro homem preso é Jodeson da Silva Santos (26), conhecido como “Neguinho”. Ele estava com mandado de prisão em aberto por homicídio no Estado da Bahia. Jodeson e um companheiro tentaram fugir de táxi para a Grande Vitória, mas foram detidos pela Polícia Militar de Marechal Floriano.

O homem que tentou fugir juntamente com Jodeson foi apontado pelos outros presos como o responsável por levar os entorpecentes para Alto Caxixe. Ele teve a casa revistada pela polícia, mas nada de ilícito foi encontrado. Por isso, foi ouvido e liberado. Um quinto homem também teve a casa revistada, mas foi solto pelo mesmo motivo.

A Polícia Civil descobriu que os homens presos formam uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas e que pretendiam assaltar uma jazida na próxima sexta-feira (19). A suspeita é de que a data tenha sido escolhida por ser o dia do pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário de empregados.

A polícia pede que os moradores façam denúncias para ajudar no combate ao crime. As ligações podem ser feitas anonimamente, pelo telefone 181.

 
Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *