terça-feira,
20 de fevereiro de 2024

Em momento de crise, prefeitos estão de olho na disputa da Amunes

“Dalton Perim, de Venda Nova, tenta a reeleição, mas Gilson Daniel, de Viana, mostra boa articulação com os prerfeitos”.

Em abril próximo, a Associação dos Municípios do Estado (Amunes) realiza a eleição para a escolha do presidente da entidade, biênio 2015-2016. Esta escolha será importante por aspectos administrativos e políticos. O atual presidente, o prefeito de Venda Nova do Imigrante, Dalton Perim (PMDB), disputará a eleição com o prefeito de Viana, Gilson Daniel (PV).

O novo presidente terá desafios grandes pela frente, além da crise em que os municípios estão mergulhados, o novo presidente vai comandar a associação durante o período eleitoral. Neste sentido, o eleito terá que buscar articulação com o governo do Estado para tentar fortalecer os gestores municipais.

Mas é preciso observar alguns aspectos dos dois concorrentes nesta disputa. Dalton Perim é aliado do governador Paulo Hartung, mas suas movimentações recentes não têm agradado os prefeitos do Estado. Hartung buscou apoio entre os adversários dos prefeitos nas eleições e não parece disposto socorrer os municípios.

Na primeira reunião entre prefeitos e governo do Estado, ouviram do interlocutor do Palácio Anchieta. No encontro, o secretário de Ciência e Tecnologia, Guerino Balestrassi – ex-presidente da Associação – disse que o governo não poderia socorrer os prefeitos no vermelho.

Na ocasião Perim afirmou que “até um não era uma boa resposta”, mas a declaração causou reações negativas entre os prefeitos. Neste sentido, sua candidatura à reeleição para o comando da Associação fica prejudicada.

Gilson Daniel tem a capacidade de aglomerar apoios e provou isso no processo eleitoral do ano passado, reunindo cerca de 60 prefeitos em um documento de apoio à reeleição do então governador Renato Casagrande (PSB). Terminado o processo eleitoral , ele buscou aproximação com o governador Paulo Hartung (PMDB) e pode ser importante para manter os prefeitos unidos, embora a postura de cortes do Palácio Anchieta estar causando muita insatisfação entre os prefeitos.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *