quinta-feira,
30 de maio de 2024

Servidor público suspeito de matar a irmã é liberado por estar fora de flagrante em Marechal Floriano

Portal Notícia Capixaba.

O funcionário público da Prefeitura de Marechal Floriano, João Rodrigues Falcão, mais conhecido como Bibico de 50 anos, suspeito de ter atirado na própria irmã, Maria do Carmo Falcão, 64 anos, na tarde deste último domingo no sítio da família, na área rural do município, foi detido na tarde desta segunda feira (14), na localidade de Recreio, zona rural de Alfredo Chaves.

Segundo informação da Polícia Militar de Alfredo Chaves, o servidor não reagiu à prisão, e informou que iria se apresentar à justiça. Os policiais informaram que o acusado foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Alfredo Chaves, onde foi ouvido, e em seguida conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Marechal Floriano.

A Polícia Civil de Marechal Floriano, informou para nossa equipe do portal Notícia Capixaba, que o servidor chegou também à delegacia acompanhado da sua advogada, e confessou que atirou, sem intenção de matar.

Ele disse na delegacia, segundo a Polícia Civil, que teria ficado irritado com um dos integrantes da família que estavam na residência, quando se armou com uma espingarda para dar um susto, atirou, e acertou acidentalmente com um tiro na virilha da aposentada, que foi socorrida imediatamente para o hospital de Domingos Martins, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

A Polícia Civil informou ainda que logo após ser ouvido foi liberado, porque o Código de Processo Penal revela que não houve prisão em flagrante, e porque o autor também tem endereço certo e não está fugindo à instrução criminal. Desta forma, o acusado responderá provisoriamente o processo em liberdade.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *