sexta-feira,
19 de julho de 2024

Gente de Alfredo Chaves: Seu Bento comanda banca de jornais da cidade há 30 anos

Paraibano de nascimento e alfredense de coração. Esse é o senhor Bento Antônio Pereira, 97 anos de vida e muita história para contar. Conhecido popularmente como ‘seu Bento da banca’ ele comanda há 30 anos a primeira e única banca de jornais e revistas de Alfredo Chaves.

Para dar continuidade ao projeto Gente de Alfredo Chaves fomos atrás de pessoas marcantes na cidade e, bem no centro, esbarramos na popular banca de seu Bento, onde diariamente saem os jornais que chegam às casas de diversas famílias, comércios e departamentos públicos.

O aposentado foi morar no Rio de Janeiro aos 22 anos e por lá se casou e trabalhou muitos anos como zelador de prédios. Aos 66 anos se aposentou e escolheu Alfredo Chaves para morar e passar o restante de sua vida. “Conheci a cidade por intermédio do meu filho, que já residia aqui. Gostei muito da cidade, então resolvi vir morar”, disse.

Aqui, na terra das cachoeiras, ele viu a oportunidade de montar uma banca para vender jornais, gibis e revistas. A ideia deu certo e o negócio está com ele e a família por três décadas. “Escolhi montar um banca por não existir nenhuma na cidade”.

Desses mais de 10.800 dias acordando cedo para receber os jornais e entregá-los aos compradores e assinantes, seu Bento só fechou a banca duas vezes. “Só não abri a banca quando o meu filho e o meu bisneto faleceram”, conta emocionado.

Perguntado sobre gostar do que faz, ele foi claro: “gosto muito do que faço, sempre acordei cedo e só fechava a banca bem tarde. Hoje, devido a minha idade, venho aqui mais para bater papo com os amigos do que para trabalhar”.

Sempre acompanhado de um dos filhos ou netos, seu Bento atende seus fiéis clientes com muita simpatia e é uma personalidade querida e marcante na cidade.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *