quinta-feira,
18 de julho de 2024

Dnit vai permitir colocação de placas turísticas às margens da BR-262

A retirada das placas de sinalização turística que ficavam às margens da BR-262 parece seguir para um desfecho mais positivo para os empreendedores da região serrana do Estado. As informações são da Rádio FMZ.

Em uma reunião que aconteceu na manhã de ontem (14) entre dirigentes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) secretários de turismo e associações locais ficou definido que serão conduzidas reuniões para definir novas placas de identificação que serão colocadas às margens da via.

Segundo o superintendente do Dnit no Estado, Antônio Fernando Guanabarino de Souza, houve entendimento mútuo e as associações, secretários municipais e secretaria de Estado de Turismo que tinham representantes na reunião vão traçar um planejamento da colocação das placas. “As placas vão voltar, mas com outra formatação. Serão padronizadas, acordada com associações e colocadas pelos empreendedores. O Dnit vai permitir a colocação da sinalização, mas antes é preciso um consenso sobre o número de placas e os modelos. o principal, garanto, será atendido, que é a indicação dos empreendimentos”, explicou o superintendente, que informou também que os empreendedores terão de arcar com os custos da nova sinalização.

Segundo o presidente da Associação Turística de Pedra Azul e região (ATPA), Jorge Uliana, a reunião será feita junto com a Secretaria de Estado de Turismo. A ideia é conhecer as demandas e as necessidades de cada estabelecimento pelas placas e quais desses empreendimentos precisam ser identificados. “Vamos fazer um levantamento, porque não serão permitidas placas espalhadas pela BR-262. Podemos, em alguns pontos, ter placas úncias para vários empreendimentos. Quer dizer, em um ponto estratégico identificaríamos mais de um negócio”, explicou.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *