sexta-feira,
12 de julho de 2024

Devotos da Região Serrana fazem caminhadas em homenagem à Padroeira do Brasil

O Dia de Nossa Senhora Aparecida foi comemorado ontem (12) na região serrana com caminhadas, missas e procissão em homenagem à padroeira do Brasil. Fiéis aproveitaram para pedir chuva. Houve manifestação nas comunidades de Aparecida, Macrina e Cachoeira Alta.

Em Aparecida, zona rural de Alfredo Chaves , uma caminhada religiosa, tradicional de cinco décadas, reuniu mais de três mil pessoas, segundo estimativas dos organizadores. Eles seguiram a imagem da santa, rezando e entoando cânticos religiosos, na manhã de ontem.

Toda a extensão dos seis quilômetros da romaria foi acompanhada pelo pároco da paróquia de Marechal Floriano, Marcos Brito, que administra a igreja da comunidade de Aparecida. Na oportunidade, o padre Marcos invocou o nome da padroeira e de Jesus Cristo, pedindo chuva para o Espírito Santo.

“Queremos homenagear também as crianças do nosso Brasil neste dia festivo, que é o dia delas também”, disse o padre Marcos, lembrando que na atualidade a situação da população capixaba é crítica em função da estiagem.

DUAS HORAS DE CAMINHADA

A multidão de devotos da santa padroeira, que participou da caminhada religiosa durante quase duas horas, concentrou-se à frente da Igreja de Sant’Ana, na sede de Marechal Floriano, para a saída até Aparecida, às 6 horas de ontem.

Os romeiros que participaram da caminhada foram recebidos pelos moradores com expressões alegres e carinhosas, com rezas e cânticos. Para o católico Francisco Penha, 85 anos, caminhar seis quilômetros como era o procedimento enquanto mais jovem, já está fora de cogitação. “A minha idade impede andar. Vou cansar muito e por isso seguirei de carro. Mas a fé em Deus e em Nossa Senhora a idade não impedirá jamais”, sorria o idoso.

CAMINHADA ATÉ O CRUZEIRO, EM CACHOEIRA ALTA

Dezenas de fiéis realizaram também ontem uma caminhada até um cruzeiro encravado em uma das montanhas da comunidade de Cachoeira Alta, a cinco quilômetros da sede. O local, a quase 500 metros de altitude, guarda a imagem da padroeira do Brasil. A manifestação de fé é realizada por moradores da localidade e região há alguns anos. Na ocasião, os fiéis aproveitaram para pedir chuva à santa.

PROCISSÃO COM TAMBOR DE SÃO BENEDITO NO BAIRRO MACRINA

Também no bairro Macrina, na sede de Alfredo Chaves, onde a santa é padroeira da igreja local, os moradores realizaram a tradicional procissão pelas ruas do bairro. O andor com a imagem da santa foi carregado por mulheres do bairro. O congo centenário de São Benedito, formado por homens e mulheres da localidade, acompanhou todo o trajeto da caminhada religiosa entoando cânticos em homenagem à virgem.

“Fiquei emocionada ao ver a procissão e a imagem de Nossa Senhora Aparecida “, disse a dona de casa Maria da Penha Rauta, que participou da procissão.

Na Macrina, a missa foi realizada pela manhã, na quadra poliesportiva, reunindo centenas de pessoas.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *