sexta-feira,
12 de julho de 2024

Produtos da Região Serrana estarão no Semana Mesa SP

O Semana Mesa SP, um dos principais eventos de gastronomia do Brasil, acontece em São Paulo e dedica a programação de 2015 às inovações na cozinha. De 27 a 29 de outubro, dezenas de chefs de diferentes países e regiões do Brasil reúnem-se na Etec Santa Ifigênia – Centro Paula Souza – para discutir o tema “A nova gastronomia: compartilhando inovação, conhecimento e paixão”.

Com diferentes espaços e atividades acontecendo ao mesmo tempo, como congresso, aulas-show, degustação, feira, entre outros, o Espírito Santo vai representar a gastronomia capixaba no espaço Farofa, que tem clima das feirinhas, durante maior congresso de gastronomia da América Latina.

No espaço Farofa, durante os três dias, o estande do Espírito Santo vai contar com os produtos da Massas Venturim, suas massas artesanais com sabor; o café das montanhas capixabas da Família Carnielli, juntamente com seus queijos e embutidos de carne suína; os antepastos de palmito do Sítio dos Palmitos; e os produtos do Sítio Lorenção, com sua variedade de antepastos e o socol.

Já no Congresso Mesa Tendências, o chef Alessandro Eller, no dia 28 de outubro, leva aos palcos o socol, embutido que é iguaria da Região Serrana capixaba. Durante a aula “Socol: a alma italiana do Espírito Santo” o chef vai falar sobre a arte da cura e de gastronomia contemporânea.

Sitio dos Palmitos

O Sitio dos Palmitos, de Domingos Martins, Região Serrana do Espírito Santo, desde 2006 desenvolve produtos à base de palmitos produzidos pela família Magnago. Praticamente toda a família participa ativamente da produção dos mais de 20 itens. Variedades de sabores, texturas e cortes gourmets; 10 sabores de antepastos; linha de assados no forno à lenha; nhoque de palmito; quibe de palmito, são alguns dos produtos feitos no sítio.

A versatilidade na utilização desses produtos, criados pela família Magnago, é numerosa: podem ser usados como entradas, para saborizar/temperar saladas, legumes, grãos; em risotos, crepes, suflês, polenta, entre outros. Todos são produzidos com azeite extra virgem, o que os torna mais leves, saborosos e funcionais.

Massas Venturim

Duas descendentes de italianos resolveram testar legumes, temperos e especiarias de sua horta unidas à tradicional receita de macarrão. O resultado foram as massas artesanais exóticas Venturim, de Venda Nova do Imigrante, Região Serrana do Espírito Santo.

Massas de sabor como pimenta, gengibre, manjericão, socol, tomate seco, chocolate, alecrim, vinho, protein, além de delicadas massas sem trigo e iguarias doces à base de café, como o exótico macarrão de café, já consolidado como novidade a nível nacional. Tudo feito sem aditivos químicos.

A cozinha do Restaurante Venturim, em Venda Nova, tem paredes de vidro, que deixa o processo de produção visível aos clientes, ritual que se transformou em uma mistura de ateliê com laboratório gastronômico. A essência das massas Venturim está na sua origem rural, valorização do produto da horta (própria), cultura italiana, busca incessante pela qualidade e sabor caseiro em seus pratos.

Fazenda Carnielli

A Fazenda Carnielli é o berço do agroturismo no Brasil, com localização privilegiada e de fácil acesso, distante apenas 104 Km da capital do Espírito Santo, Vitória, no município de Venda Nova do Imigrante.

Na Fazenda Carnielli, o visitante pode conhecer como o leite é transformado em queijos, iogurte e ricota (puina), além de degustar uma variedade de sabores exclusivos da família. Lá é possível acompanhar etapas do cultivo e transformação do café, que segue as práticas internacionalmente recomendadas para a cultura.

A Família Carnielli desenvolve vários tipos de queijos: sem lactose, defumados, puina, parmesão, tipo minas, entre outros. Outro produto de destaque é o Café 100% arábica, cultivado nas Montanhas Capixabas. Os embutidos de carne suína também fazem parte da Fazenda Carneielli: socol; lombo defumado; embutido defumado de pernil.

Sítio Lorenção

O Sítio Lorenção, de Venda Nova do Imigrante, Região Serrana do Espírito Santo, é um empreendimento familiar e tem como ponto forte o socol, o tradicional embutido de carne suína, legado dos imigrantes italianos à culinária da região. A família também produz antepastos, como caponata e tomate seco.

Na sede do sítio, além de experimentar e comprar o socol, o visitante pode conhecer o processo produtivo e até visitar o local onde o socol é posto para curar, e fica, ali, pendurado por 6 meses até chegar ao ponto ideal para consumo.

Entenda como funciona a Semana Mesa SP

O Mesa Tendências – maior congresso de gastronomia da América Latina – conta anualmente com os principais pensadores e profissionais da cozinha mundial. Durante o congresso acontecem aulas, palestras, debates e demonstrações.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *