sábado,
22 de junho de 2024

PRF apreende cerca de 400 Kg de maconha na BR 101; veja o vídeo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na madrugada desta terça-feira (17), na BR 101 em Viana, cerca de 400 Kg de maconha. Três pessoas foram detidas.Veja o vídeo acima

 

Equipe realizava fiscalização no Km 307, quando avistou três veículos que trafegavam próximos em atitude suspeita. Dessa forma, foi dada ordem de parada aos referidos veículos, momento em que o veículo que seguia por último, um Fiat/Strada com placas de MG, empreendeu fuga, vindo a ser abordado após acompanhamento tático.

 

Durante abordagem, equipe realizou fiscalização minuciosa no interior do veículo, ocasião em que foi encontrado aproximadamente 400 Kg de substância análoga à maconha.

 

Os outros dois veículos que seguiam juntos, um Fiat/Palio e um Fiat Uno, também foram abordados na suspeita de que estariam realizando batedor da droga. Foi verificado que o condutor do Fiat/Strada (veículo que transportava a droga) e o condutor do Fiat Uno, apresentaram documento CRLV com indícios de falsificação, sendo que os dois pertencem ao mesmo lote do Detran/ES.

 

Indagado o motorista da Fiat/Strada disse que não se lembra do nome da cidade onde pegou o carro com a droga e que receberia a quantia de dois mil reais para levá-la até Cariacica/ES. O condutor do Fiat/Palio disse que visitaria uma tia em Vila Velha/ES e que passaria uma semana, entretanto, não estava com nenhuma bagagem de viagem. O condutor do Fiat/Uno disse que estaria vindo ao estado para pegar o documento de um carro que estaria negociando.

 

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos três condutores por, em tese, estarem cometendo o crime de tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de documento falso, sendo estes encaminhados à Polícia Federal de Vila Velha/ES para os procedimentos cabíveis.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *