sábado,
15 de junho de 2024

Vandalismo na Estação de São José de Fruteiras, em Vargem Alta, paralisa abastecimento de água

Por: Clovis Rangel

 

A Estação de Tratamento de Água e Esgoto de Água São José de Fruteiras, interior de Vargem Alta, foi alvo de vandalismo na noite desta segunda-feira (04). 

 

De acordo com a Polícia Militar, a ação danificou todo o local. Além disso, uma bomba foi furtada e vários produtos químicos foram adicionados em excesso ao reservatório. Assim toda a água acumulada foi descartada e o abastecimento na região foi paralisado. 

 

Em contato com a direção do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE do município, a redação do portal averiguou que até às 16h de hoje, dia 05, o serviço voltará ao normal. 

 

“Foi um ato de vandalismo. Mas, já registramos o boletim de ocorrência. Estamos empenhados desde a manhã de hoje para normalizar o abastecimento. Hoje ainda conseguiremos normalizar isso, mas foi um ato de vandalismo, terrorismo”, diz o diretor do SAAE, Alexandre Aboumrad. 

 

Vale informar que, segundo o artigo 163 do Código Penal, destruir, inutilizar ou deteriorar o bem ou serviços de uma união, tanto estado, quanto município é considerado crime contra o patrimônio público. O acusado só pode ser preso por este crime, caso seja pega em flagrante. O cidadão tem direito de pagar fiança no valor de um a 6 salários mínimos, caso contrário, pode pegar de um a três meses de detenção. A pena é aumentada se presentes as circunstâncias previstas no parágrafo único- dano qualificado, com pena de seis meses a três anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *