sexta-feira,
14 de junho de 2024

Acisci estima prejuízo de 95 milhões em quase 500 lojas atingidas pela chuva em Cachoeiro

Foto: Alissandra Mendes

 

Por Alissandra Mendes

 

A enchente em Cachoeiro de Itapemirim mudou a rotina da cidade desde o último fim de semana, e muitos comerciantes tentam se reerguer após perder tudo. Os prejuízos seguem sendo contabilizados e ainda não há previsão de quando o comércio estará com as portas abertas.

 

De acordo com o diretor de marketing da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Cachoeiro de Itapemirim (Acisci), Juarez Marquetti, quase 500 lojas foram atingidas no município e o prejuízo estimado é de R$ 95 milhões. “Estamos buscando, junto ao governo, linhas de crédito especiais para tirar os comerciantes do sufoco nesse momento, com juros baixos e carência de, pelo menos, seis meses”, explica.

 

Além disso, a Acisci contratou segurança particular para monitorar as lojas durante a noite. “Muitas lojas tiveram as portas de vidro arrancadas com a força da água e por isso, contratamos segurança para ajudar a inibir ações criminosas”, continua Marquetti.

 

No prédio da Acisci, no bairro Guandu, um dos atingidos pela cheia do rio Itapemirim, foi disponibilizada uma sala com internet, para que os comerciantes utilizem como escritório. A instituição também alugou caminhões e máquinas para ajudar a prefeitura na limpeza das ruas do centro comercial.

 

Na última segunda-feira (27), quando começaram a limpeza das lojas, comerciantes jogaram as mercadorias na rua e autorizaram que os moradores pegassem o que dava para aproveitar, já que não servia mais para as lojas. Uma multidão tentava retirar da lama as mercadorias. 

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *