sábado,
22 de junho de 2024

Vereador de Marechal Floriano quer que saldo da taxa de iluminação pública seja revertido para iluminar trechos de vias movimentadas no interior do município

Foto: Portal Notícia Capixaba

 

Eduardo Antunes

 

Com saldo depositado em conta bancária que se aproxima a R$ 1 milhão, a arrecadação da taxa de iluminação pública de Marechal Floriano deve ser usada para iluminar as vias onde o florianense transita e estão no escuro. É o que afirma o vereador Cezinha Ronchi (PSDB). O parlamentar espera melhores condições de uso e segurança nas vias durante a noite, com a iniciativa.

 

Ele solicitou a instalação de pontos de iluminação em Rio Fundo, da Barra até o zoológico e na parte entre a propriedade da Família Simmer e a Praça Endlich. A região possui o zoológico e muitas propriedades, onde moradores e trabalhadores rurais se deslocam a pé e de bicicleta, além dos veículos, caminhões e motocicletas, que torna vulnerável o uso por pedestres e ciclistas no escuro.

 

O vereador aponta que, em Santa Maria, há necessidade de um ponto de iluminação na gruta e no trecho entre a residência da família Stein e moradores após a Cafeeira Krohling. Em Araguaia, da entrada da escola Victório Bravim, ligando até a Cafeeira Stockl. Estradas vicinais, que alimentam as vias principais de ligação entre as comunidades rurais estão recebendo nome, via projetos de Lei de iniciativa do tucano, visando melhorar a localização das residências para a entrega de mercadorias e o trabalho de mapeamento do município.

 

Levantamento feito na produção, utilizando dados oficiais do Orçamento de 2019, via Portal da Transparência dos municípios de Marechal Floriano e Venda Nova do Imigrante, dão conta dos números da arrecadação – que o cidadão desembolsa ao pagar sua conta de energia:

 

Arte: Eduardo Antunes – Fontes: PMMF, PMVNI, IBGE

 

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *