sábado,
25 de maio de 2024

Acusado de matar Lorrany é condenado a 17 anos de prisão, em Marechal Floriano

Foto: Divulgação/Redes sociais

 

Por Rael Sérgio

 

Otaviano Roseno de Sousa, acusado de matar a vendedora Lorrany Walder Falcão, de 33 anos, ocorrido no dia 23 de junho de 2020, em Marechal Floriano, foi condenado a 17 anos e 6 meses de prisão. O julgamento aconteceu na tarde desta terça-feira (15), na Comarca da cidade.

 

O crime que aconteceu dentro de seu apartamento, no bairro Santa Rita, e causou comoção na cidade pela violência. A vítima foi encontrada morta na residência sem a parte de baixo do pijama que usava, além de apresentar um corte profundo na região do pescoço.

 

O Conselho de Sentença acatou a tese do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, por meio da Promotoria de Justiça de Marechal Floriano, e condenou o réu, Otaviano Roseno de Sousa, pelo homicídio.

 

Segundo o Ministério Público, Otaviano, que residia no pavimento inferior do prédio onde a vendedora foi assassinada, foi flagrado saindo do andar superior, onde apenas a vítima morava. O inquérito policial concluiu que o acesso ao apartamento dela se deu por meio do apartamento vizinho, que estava em construção, e os únicos que tinham as chaves desse imóvel eram a vítima e o criminoso.

 

De acordo com a denúncia, o condenado utilizou-se de meio cruel que resultou na asfixia da vítima. Ela foi encontrada morta apenas no dia seguinte, também com diversas lesões na face. O crime dificultou e impossibilitou a defesa da vendedora, que estava dormindo, sendo surpreendida e espancada pelo agora condenado, sendo depois atingida de forma fatal no pescoço.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *