sábado,
13 de abril de 2024

A estação Marechal Floriano/ES

Giovana Schneider: Escritora, poeta, contista e colunista. Ocupante da cadeira de nº 06 da AFHAL (Academia Florianense de História, Artes e Letras “Flores Passinato Kuster”). 

 

Giovana Schneider

 

A inauguração aconteceu no dia 13/05/1900.

 

A estação Marechal Floriano teve um papel primordial para o desenvolvimento desta localidade, a antiga Vila Braço do Sul, que após a sua inauguração passou a se chamar Vila Marechal Floriano. Trouxe também um certo “progresso” com os trens de cargas e passageiros, pois construções foram feitas mais próximas da estação. A Vila se tornou um ponto estratégico para o comércio do café e toda a produção da região era embarcada no trem para o porto de Vitória, isso foi uma grande vantagem para os cafeicultores. Assim a trajetória de Marechal Floriano foi sendo escrita, centralizada em sua estação. 

 

A importância do dia 13 de maio tem que ser divulgada. Pois, o nome da nossa querida Marechal Floriano, nasceu a partir deste dia. É um feriado municipal que requer homenagens.  

 

 

Reescrita da matéria acima

 

“INAUGURAÇÃO"

 

Estação Marechal Floriano

 

Segundo havíamos noticiado, foi inaugurada oficialmente a estação Marechal Floriano, da estrada de Ferro Sul do Espírito Santo.

 

Em todas as grandes festas há sempre uma nota dissonante, a ofuscar o brilho que elas têm. D’essa vez, porém, o mau tempo, a chuva impertinente e constante que caia durante todo dia não influíram, siquer, para diminuir o explendor solemníssima festa inaugural de hontem.

 

Ao meio dia, já na estação central da estrada, se apinhava a multidão, quando a banda de música do corpo de polícia executando o hynno nacional, anunciou a chegada do Sr. Exmo., então, aclamado delirantemente pelo povo, foi gentilmente recebido pelo distintíssimo engenheiro chefe da Sul do Espirito Santo, Dr. Silvano de Faria, sendo por este acompanhado, bem como todos os cavalheiros se sua digna comitiva, ao carro especial que lhe estava destinado.

 

As 12 horas e 45 minutos o trem inaugural deixou a estação central, chegando às 3 e 5 minutos da tarde à Marechal Floriano, estação que se ia inaugurar.

 

Ao desembarcar, por entre uma multidão compacta, que calorosamente victoriava, foi o Exmo. Sr. presidente do Estado acompanhado pelo Dr. Engenheiro chefe da estrada, até no salão principal da estação, que estava modesta e elegantemente preparado. Ahi, após os cumprimentos do estylo, S. Ex. declarou oficialmente inaugurada a estação Marechal Floriano, e em brilhante e resumida oração bridou o pessoal da estrada, representando no seu digno chefe Dr. Silvino de Faria, pelo patriótico concurso que tem prestado a sua administração.

 

Falaram também os nossos distintos amigos Dr. Estevam de Siqueira, saudando o Exmo. Sr. Dr. José Marcelino, pela maneira brilhante por que tem governado o Estado; Coronel Fernando de Araujo e Dr. Silvino de Faria que em um inspirado discurso, prestou as mais justas homenagens ao nome aureolado de nosso eminente chefe Dr. Munis Freire, a cuja administração fecunda de benefícios, deve o estado o maior de seus emprehendimentos, saudando também ao Dr. Ignácio de Oliveira, pela honradez, zelo e inteligência com que até bem pouco tempo dirigiu os trabalhos da estrada, desde o seu início. 

 

Em seguida lavrou-se uma acta, que foi assignada pelo Exmo. Sr. Dr. Presidente, do Estado e por todos que assistiram ao acto solene da inauguração. 

 

Durante sua curta estadia na estação o Exmo.Sr.Dr.José Marcelino foi muito visitado pelos habitantes das fertilíssimas terras de Santa Izabel, as quais manifestaram a S.Exa. a satisfação que sentiam ao ser declarada em tráfico a linha que veio facilitar o transporte dos produtos agrícolas daquella zona para a praça comercial desta capital.

 

Às 4 e 15 minutos partiu o trem da Estação Floriano, chegando à estação Central às 6 horas e 5 minutos da tarde.

 

Tanto na ida como na volta, de dez minutos em cada uma, foi a demora nas estações intermediárias, que se achavam embandeiradas e cheias de povo. A estação Marechal Floriano está situada no kil. 50 e a 520 metros acima do nível do mar, distante 7 kilometros de Santa Izabel. Não é uma estação de luxo — foi construída modestamente, dispondo, entretanto, das acomodações precisas para que o serviço se faça com toda regularidade.

 

Encerrando a nossa festa local, a propósito da festa de hontem, mais uma vez temos a opportunidade para prestar as nossas homenagens ao Exmo. Sr. Dr. José Marcelino, por mais esta conquista do trabalho perseverante, testemunho de seu patriotismo e amor ao Estado e a todos que colaboraram para o engrandecimento futuro da terra espirito santense”. 

 

 

Foto de 1906, pertencente a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Na foto podemos ver que nesta época não haviam residências ao redor da estação.

 

No lado direito da foto, vemos uma caixa d'água. Mais tarde esta -água serviu para abastecer o hotel e as casas construídas perto da estação.

 

CASA DO AGENTE DA ESTAÇÃO 

 

 

Foi construída em 1899, para servir como casa do agente da estação. Conforme registro do Jornal Estado do Espírito Santo de 06/06/1899, abaixo, naquela ocasião não estava pronta. Somente com a venda da ferrovia para a The Leopoldina Railway Company Limited   em 1907, onde a obra foi finalizada. Foto acima é de 2018. Acervo Giovana Schneider.

 

 

 

Em 1904 o Ministro do Transporte Lauro Muller e o presidente do estado Muniz Freire visitaram a Estrada de Ferro. Foto na estação de Marechal.  Revista o Malho de 1904 – BN 

 

 

Foto de 12 de abril de 1931. Casas e comércios ao redor da estação. Acervo: IPHAN — Vitória/ES.

 

 

Já tem um tempo que fiz este poema para nossa querida Estação, ela que não é uma Estação do ano, é uma Estação da Vila, pois é isso, está ali em todas as Estações do ano, mas sendo ela, a Estação da Vila. Local que foi e é cenário de muitas histórias, despedidas, lágrimas, sorrisos, desesperos e tantas coisas mais que nem imaginamos. A essência está na Estação, e isso soa poético. Assim, a mensagem é que sem a Estação não teríamos Histórias e nem Memórias, pois acredito que ali seria apenas um trecho de tropeiros, e não uma Vila que prosperou, e que veio se tornar Município.

 

ESTAÇÃO

 

Não é uma Estação do Ano,

É uma Estação da Vila,

A Vila que já foi Colônia…

Assim um dia,

Teve o seu primeiro nome,

Colônia Nacional do Braço do Sul,  

Depois,

Vila Braço do Sul,

A Estação chegou,

Foi inaugurada,

Em 13/05/1900,

E foi denominada…

Estação Marechal Floriano,

Não é uma Estação do Ano, 

É uma Estação da Vila,

Seu nome ficou…

Na Estação e na Vila,

Também no Distrito…

Hoje,

Município,

Marechal Floriano.

Giovana Schneider 

 

Para saber mais da história da Estação Marechal Floriano, é só fazer uma visita no meu blog: “Cada um de nós compõe a sua história” 

 

https://giocsch.blogspot.com/search?q=esta%C3%A7%C3%A3o+marechal

https://giocsch.blogspot.com/search?q=ilustres+passageiros

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *