sábado,
13 de abril de 2024

Policiais militares salvam criança engasgada em Cachoeiro

Redação

No início da tarde deste último sábado (20), uma equipe da Polícia Militar prestou socorro a uma mãe e seu bebê que estava engasgado e já desacordado. O fato ocorreu no bairro Basiléia, em Cachoeiro de Itapemirim.

Foi durante um patrulhamento de rotina que a guarnição composta pelo cabo Diogo e cabo Cabelino foi acionada pela senhora Dalila Rios da Silva Barreto, que estava desesperada, com seu bebê Daniel Rios Vaneli Barreto, de 07 dias de vida, que havia engasgado e estava desacordada, sem apresentar reações físicas.

De imediato, o cabo Diogo passou para o banco traseiro da viatura fazendo uma manobra para conseguir fazer com que o bebê pudesse respirar, que consiste em colocar a criança de bruços sobre a perna e dar tapinhas nas costas até que haja uma desobstrução das vias aéreas (manobra Heimlich), que ocorreu durante percurso até o Hospital Unimed da cidade.

Um outro militar, soldado Pablo, que estava na sua folga, passava no local e viu a situação e também embarcou na viatura para ajudar na prestação de socorro. Alguns metros antes de chegar ao hospital, a criança reagiu aos primeiros socorros feitos pelo cabo Diogo, voltando a respirar normalmente.

Ao chegar no hospital a criança foi atendida pela equipe médica, que realizou o devido atendimento e exames. Após a informação de que a criança estava bem e segura, a guarnição retornou ao patrulhamento ordinário.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Uma resposta

  1. Nossa polícia e uma das melhores do país!!Não fazem mais porque lhes faltam condições,mas na grande maioria da corporação são pessoas de caráter excelente!! Parabéns por essa vida que foi salva!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *