terça-feira,
16 de abril de 2024

Neam de Mimoso do Sul prende suspeito de estuprar enteada de 16 anos

A menina era abusada desde os 10 anos e tem uma filha fruto do abuso

Redação

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio do Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher (Neam) de Mimoso do Sul e da Delegacia de Polícia (DP) de Mimoso do Sul, prendeu, nessa segunda-feira (29), um homem de 50 anos investigado por estuprar e engravidar a enteada de 16 anos. A menina era abusada desde os 10 anos.

A prisão ocorreu em cumprimento ao mandado de prisão preventiva, às margens da BR-101, próximo à localidade conhecida como “Shangri-Lá”, em Cachoeiro de Itapemirim.

O delegado titular do Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher e da Delegacia de Polícia de Mimoso do Sul, delegado Daniel Correia Sousa, informou que a tia da adolescente denunciou o caso à Polícia Civil em abril deste ano.

“No dia 26 de abril, foi registrado um boletim de ocorrência no Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher de Mimoso do Sul referente a um possível estupro de uma adolescente de 16 anos. Segundo a comunicante, tia da adolescente, a vítima sofria abusos sexuais desde os dez anos de idade pelo padrasto. E que esta adolescente tem uma filha, atualmente com 1 ano e 3 meses de idade, fruto do abuso”, disse o delegado Daniel Correia Sousa.

Segundo informações colhidas durante os depoimentos, a mãe da adolescente tinha ciência da situação e só não denunciou porque era ameaçada pelo investigado. Por essa razão, ele não responderá pela suposta omissão. Foi solicitada uma medida protetiva durante o registro da ocorrência, com o propósito de garantir o afastamento do agressor.

De acordo com o delegado Daniel Correia Sousa, um dia depois do depoimento da mãe da vítima, no dia 27 de abril, o suspeito compareceu no Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher de Mimoso do Sul, espontaneamente, e confessou ter mantido relações sexuais com a adolescente, assumindo a paternidade da criança.

“Em relação a outra irmã, a adolescente vai passar por depoimento especial no mês junho para que seja apurada a situação. Atualmente, não existe nenhuma acusação concreta sobre ela, apenas uma suspeita, mas o acusado negou ter cometido qualquer abuso”, relatou o delegado.

Durante as investigações, a 2ª Vara de Mimoso do Sul decretou a prisão preventiva, solicitada pela autoridade policial, pelo crime de estupro de vulnerável.

Nessa segunda-feira (29), após o suspeito tomar conhecimento que tinha um mandado de prisão, ele teria feito contato com a equipe com a intenção de se entregar, alegando que estava sendo ameaçado por conta do crime. A equipe saiu em diligências e encontrou o indivíduo, às margens da BR-101, próximo à localidade conhecida como “Shangri-Lá”, em Cachoeiro de Itapemirim.

Após os procedimentos de praxe, o suspeito foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) da Serra, local onde ficam os presos que cometem crimes sexuais, e vai permanecer à disposição da Justiça.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *