sexta-feira,
21 de junho de 2024

Policiais de Venda Nova prendem dois suspeitos de falsificação ideológica

Os suspeitos tentavam realizar a emissão de Cédula de Identidade utilizando documentos falsos

Redação

A equipe de policiais civis da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) da 11° Delegacia Regional de Venda Nova Imigrante prendeu em flagrante, nessa terça-feira (30), dois suspeitos, de 47 e 45 anos, que tinham dado entrada para a emissão da Cédula de Identidade no município de Venda Nova Imigrante, fazendo uso de documentos falsos, incluindo Certidão de Nascimento. Os indivíduos foram autuados por falsidade ideológica.

No dia 25 de abril, uma pessoa entrou em contato, via telefone, com o Posto de Identificação de Venda Nova Imigrante e se apresentou como “Rodrigo”, para buscar informações em nome de um senhor. Segundo o homem que se apresentou como “Rodrigo”, o senhor a quem se referia trabalhava com ele, porém estava doente e não tinha documentos. Por isso, precisaria dar entrada no RG para poder fazer o CPF da pessoa.

Após um dia, na quinta-feira, dia 27 de abril, compareceu no Posto de Identificação um senhor que se apresentou como “Geovane”. O homem entregou alguns documentos, como certidão de nascimento, comprovante de residência em nome de um amigo e uma foto 3×4.

A perita Oficial Criminal, Helaine, relatou o caso. “A certidão chamou atenção, parecia velha e meio amarelada, mas, ao mesmo tempo, estava com plastificação recente. Tendo em vista a dúvida nos documentos e o comportamento estranho de agitação por parte do suposto ‘Geovane’, achei por bem comunicar o Departamento de Identificação para que, assim, esse processo de identificação fosse analisado com mais cautela”, disse.

No Departamento, durante análise pericial decadactilar, foi possível verificar que as impressões digitais coletadas do indivíduo que se apresentou por “Geovane” na verdade se referiam a outro cidadão, a verdadeira identidade dele.

A fraude foi revelada pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), que auxiliou alertando os policiais. Quando os acusados foram para o Posto de Identificação retirar os documentos, a polícia já estava à espera e conseguiu detê-los.

Com base nas informações e documentos colhidos, foi possível localizar cerca de R$ 100 mil em cheques diversos e R$ 10 mil em moeda corrente. O ocorrido foi registrado em laudo pericial e encaminhado à Delegacia de Polícia de Venda Nova do Imigrante.

Os suspeitos foram autuados por falsidade ideológica e encaminhados ao sistema prisional.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *