sexta-feira,
19 de julho de 2024

Iniciados preparativos para o Grito dos Excluídos em Cachoeiro

“Neste ano, está prevista a participação de centenas de pessoas”

Redação

Membros de pastorais, de entidades de trabalhadores e de movimentos populares já iniciaram os preparativos para o Grito dos Excluídos do Regional II, marcado para ocorrer no dia 7 de setembro, em Cachoeiro de Itapemirim.

O movimento, que este ao traz o lema “Você tem fome e sede de que?”, terá concentração às 15 horas, com acolhimento, animação e palavras de ordem dos organizadores, em frente à Igreja Nossa Senhora da Consolação, Avenida Jones dos Santos Neves, de onde seguirá em passeata até à Catedral de São Pedro.

Neste ano, está prevista a participação de centenas de pessoas, que desfilarão pela avenida portando fitas verdes e amarelas, grafadas com o símbolo do Grito “Vida em Primeiro Lugar”.

Segundo o Vigário Episcopal para Ação Social da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim, Pe. Evaldo Praça Ferreira, o movimento objetiva mobilizar a sociedade, sobretudo os excluídos sociais, para a defesa de seus direitos e maior inclusão social. “O Grito é o marco do trabalho de articulação que acontece ao longo do ano, e que no dia 7 de setembro ganha as ruas como forma de dar maior visibilidade aos nossos protestos”, informa.

Grito dos Excluídos

A proposta do Grito dos Excluídos enquanto manifestação nacional surgiu em 1994, a partir da 2ª Semana Social Brasileira da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), que teve como tema Brasil, alternativas e protagonistas.

Desde então, a manifestação ocorre nacionalmente há 29 anos – envolvendo movimentos sociais, sindical, igrejas, pastorais, entre outras organizações comprometidas com as causas das populações mais vulneráveis, reivindicando direitos aos mais pobres.

A principal razão para a escolha do dia 7 de setembro para a realização do Grito dos Excluídos e Excluídas é fazer um contraponto ao Grito da Independência. Além de questionar os padrões de independência do povo brasileiro, a manifestação busca uma reflexão sobre um Brasil que deve ser mais justo e com oportunidades para todos os cidadãos.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *