terça-feira,
16 de abril de 2024

Exclusivo: Portal Notícia Capixaba inicia a série de entrevistas com os pré-candidatos a prefeitura de Marechal Floriano – Felipe Delpuppo (Rede) é o primeiro entrevistado

Eduardo Antunes

O portal Notícia Capixaba inicia hoje a série de entrevistas com os pré-candidatos à prefeitura de Marechal Floriano. A cada 15 dias, os postulantes ao cargo vão expor seus planos e projetos para a cidade da serra capixaba. 

O primeiro entrevistado é o vereador Felipe Delpuppo (Rede Sustentabilidade). Aos 25 anos, Delpuppo exerce seu segundo mandato no Legislativo.

A metodologia adotada é entrevista dinâmica, onde os temas vão surgindo, de acordo com o andamento da conversa, para não torná-la engessada e o entrevistado ter maior liberdade para se expressar e aprofundar nos temas em que queira dar maior destaque.

acompanhe a conversa abaixo, mediada pelo jornalista Eduardo Antunes:

  • Notícia Capixaba: Felipe Delpuppo, vereador pela Rede, em Marechal, faça, por favor, uma breve apresentação.

– Felipe Delpuppo: Sou de Família tradicional aqui de Marechal Floriano, formado em Administração, Gestão Pública, Gestão Ambiental e Política, com dois mandatos na bagagem, sendo o primeiro como o vereador mais jovem do país e o segundo, como o mais votado da história do município.

  • No trato político, como é sua relação com o prefeito da cidade?

– Minha relação com o Cacau é de uma grande amizade, parceria e admiração, pois ninguém ganha nove mandatos eletivos à toa. Então, nós estamos sempre juntos, em conversa, para chegarmos ao ‘Marechal que queremos’ e o apoio do atual prefeito será de extrema importância para construirmos a ‘Marechal que queremos’.

  • Após dois mandatos como vereador, sendo o mais votado, na última eleição, você está colocando o seu nome à disposição como pré-candidato a prefeito. Me fale o porquê deste desejo.

– Eu tenho conversado bastante com o grupo e com a população que vem até mim. Nesses diálogos, venho percebendo o grande potencial de desenvolvimento que Marechal tem. Com uma equipe técnica e capacitada, trazendo modernidade e tecnologia para dentro da administração, penso que o poder público poderá ampliar os serviços prestados ao cidadão. 

– Com o aumento populacional, precisamos de maior ligação do interior com a cidade, para o escoamento da produção agrícola. Ampliar o calçamento das estradas rurais e, onde não for possível o calçamento, deve ser aplicado o Revsol, que é eficiente e é um sucesso no estado.

– A causa do bem estar animal é algo que tenho um olhar muito sensível. São muitos pedidos que nosso mandato demanda, mas que ainda não foram atendidos. Todos esses projetos constarão em nosso plano de governo.

  • Sobre o setor de saúde, qual sua visão?

– Há a necessidade de ser ampliada a rede de saúde do município, com mais uma unidade de saúde na sede. Além disso, em nossa visão, é necessário zerar a fila de exames e de consultas de especialidades, com novos equipamentos, como de mamografia e de Raio X, por exemplo.

– O atendimento dos servidores deve ser feito com amor, nesse contato com a população, bem como o atendimento, seja qual for a localidade em que o munícipe reside, esse bom atendimento deve ser prioridade para a gente.

– O pilar do serviço público é o servidor, que deve ter sua valorização, pois entra prefeito e sai prefeito, entra secretário e sai, mas o servidor fica e ele é o pilar para girar essa grande estrutura, durante dez, quinze anos, ou mais.

  • Nos seus dois mandatos, você já votou em alguma matéria a favor da categoria?

– Desde o meu primeiro mandato até atualmente, nós conseguimos o aumento do auxílio alimentação, que estava defasado, e melhorias no plano de carreira dos servidores. Este ano, também aprovamos o reajuste para as agentes de saúde e de endemias, que passaram a receber o piso nacional da categoria.

– Nosso mandato fez uma solicitação ao prefeito Cacau Lorenzoni, para que adiante o processo de convênio com o SUS para a categoria da enfermagem passar a receber o novo piso salarial. Pagamento este, via Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Governo Federal.

  • Sobre o crescimento econômico, empresarial e o empreendedorismo na cidade, quais são os seus projetos?

– É uma área, aqui em Marechal, que a gente está estudando muito, juntamente  com os empresários da região, não só de Marechal Floriano, mas de todo o Espírito Santo, para trazer grandes empresas para o município gerando emprego e renda para a população florianense. Bem como também estamos estudando maneiras de ampliar o número de vagas nas creches, o que possibilita às mães trabalharem durante o dia, ao tempo que deixam seus filhos e suas filhas nas creches do município, em tempo integral e possam ter, também esse emprego para o sustento de sua família e que seu marido possa também estar trabalhando.

  • Na questão política, como estão as articulações para nome de vice, questão partidária, como você está se articulando?

– Em questão de partido,  a gente tem até março para tomar alguma decisão, com relação à janela partidária. Estamos conversando, juntamente com o prefeito Cacau Lorenzoni, para ver a melhor composição de chapa possível e, principalmente, de uma união com o grupo. Em relação ao vice, estamos com boas conversas, ele será um nome de grande impacto para a população e certamente será de bom gosto e a população vai ficar muito satisfeita. 

  • Sobre o turismo, eventos e marca município…

– Nós vamos criar um calendário de eventos novo, em Marechal Floriano, com novas festas, para atrair mais turistas, bem como um orquidário municipal – já que Marechal é a cidade das orquídeas, precisamos ter mais orquídeas espalhadas por todo o município.

  • Quais seus planos para o produtor rural, feiras e acesso a comida saudável, o que você tem em mente?

– Nós já estamos como o projeto e temos o local em mente, para a construção do ‘Mercado Municipal’, como toda grande cidade tem, Marechal não pode deixar de ter, também, o mercado para atender os turistas e a população florianense, com produtos da região, um bom queijo, a cerveja artesanal, uma linguiça produzida aqui na região, um biscoito e, também, o artesanato municipal Então será de grande importância a criação de um ‘Mercado Municipal’ para todos os florianenses, os capixabas e brasileiros que nos visitarem.

  • Você comentou, antes da entrevista, sobre a questão social. Para finalizar, me fale de forma resumida, uma ideia sua a ser implantada, caso você se torne o prefeito de Marechal Floriano.

– Junto ao Governo Federal, onde tenho o Deputado Amaro Neto, que nos dará suporte e recursos, a gente pretende implementar o programa ‘Recupera Minha Casa’, que terá atuação da Secretaria de Assistência Social do município. Famílias de baixa renda serão atendidas pelo programa, com a reforma de residências que necessitem de manutenção. Este projeto, além de atender as necessidades das famílias e aumentar a segurança, vai trazer autoestima, pois esse projeto vai embelezar a cidade.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

2 respostas

  1. Parabéns pelas perguntas e parabéns pelas respostas e objetivos para nosso município, que o pré candidato se eleito for honre com dignidade e honestidade os votos que vão lhe conceder a vitória e vamos pra frente Marechal.

  2. Eu sou a favor da renovação do poder executivo nas eleições 2024. Também admiro a história politica do Cacau.
    Felipe Delpuppo é um bom nome, haja vista, que prefeitos eleitos nas últimas eleições municipais são jovens e super proativos:
    Lorenzo Pazolini prefeito de Vitória, Arnaldinho Borgo prefeito de Vila Velha, Wanderson Bueno, prefeito de Viana e outros pelo Estado. Também precisamos renovar na Câmara de vereadores, pois na próxima eleição serão 11 cadeiras, então precisamos eleger mulheres, gêneros e raças e despachar vereadores com sobrenome, que usam da máquina pública para se beneficiar, trocas de favores nas suas comunidades e etc.
    A mesma coisa serve para alguns secretários municipais que assumem cargos por está dentro do grupo no período eleitoral.

    Estamos aí
    Sucesso !!!!
    Felipe Delpuppo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *