sexta-feira,
12 de abril de 2024

BRK destaca transformação da realidade em 25 anos dos serviços de água e esgoto de Cachoeiro

Redação

A mudança da realidade dos serviços de água e esgoto de Cachoeiro de Itapemirim, iniciada em 1998, completou 25 anos, com a BRK contabilizando investimentos superiores a R$ 543 milhões, que reforçam o pioneirismo e a referência do município no saneamento básico no Brasil. Guiada pelo compromisso de transformar vidas levando o saneamento para muito além do básico, a empresa, com planejamento arrojado e de forma contínua, amplia o acesso e moderniza a infraestrutura na sede e nos distritos, contribuindo para o bem-estar, a saúde, a preservação dos recursos naturais e apoio ao desenvolvimento local.

Para marcar as duas décadas e meia da concessão dos serviços à iniciativa privada, e reafirmar o seu orgulho de ser cachoeirense, a concessionária veicula uma campanha nos meios de comunicação, com destaque para os principais números e iniciativas que possibilitaram que Cachoeiro alcançasse um elevado patamar no saneamento básico. Atualmente, 99,57% da população da área urbana é abastecida com água potável, e 98,5% do esgoto gerado é coletado, dos quais 98,15% são tratados, índices superiores ao estabelecidos pelo novo Marco Regulatório do Saneamento Básico (Lei federal 14.026/2020).

O diretor da BRK em Cachoeiro, Marcos Mendanha, ressalta que a atuação da empresa tem um impacto positivo na vida das pessoas, que não se traduz somente por números e que comprova estar no caminho certo. “Uma atuação que nos levou à conquista da primeira colocação no Ranking de Saneamento Básico dos Municípios Capixabas (RSBMC), levantamento promovido pelo Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), por dois anos consecutivos (2021 e 2022)”.

Nos últimos anos, por meio de aditivo de contrato, a BRK ampliou os investimentos nos serviços de coleta e tratamento de esgoto, com a modernização e ampliação das redes. Os bairros e os distritos do município tiveram mais de 90% dos seus córregos saneados, entre eles os córregos Amarelo, Cobiça, Córrego dos Monos, Ribeirão Floresta (Burarama), Vila Rica, Santo Antônio, Gilson Carone, Basileia e Valão, que receberam coletores-tronco e interceptores, que levam o esgoto às estações de tratamento.

Após os investimentos no sistema de esgotamento sanitário, com a melhoria da qualidade das águas, mais de 20 espécies da fauna nativa voltaram a habitar o Rio Itapemirim e os córregos que atravessam a cidade e seus distritos. Assim, o município teve o retorno ao Rio de peixes e do Biguá, uma ave que só sobrevive em ambientes limpos e com vida aquática, além de espécies de camarão, lagostas, lontras e do peixe pirarucu, que não eram identificados antes.

Obras de ampliação e modernização

Com o compromisso de evoluir nos serviços prestados, a BRK iniciou em 2023, uma importante frente de obras que está em fase de conclusão. A construção de 1.750 metros de uma nova rede de água na rodovia Gumercindo Moura Nunes (ES 164), que liga Cachoeiro a Vargem Alta. Essas obras irão substituir uma infraestrutura antiga e melhorar a eficiência no abastecimento de água para mais de 1.600 moradores de cinco localidades (Soturno, Santa Rosa, Monte Líbano, Cobiça e Gironda), que passarão a contar com um sistema mais moderno.

Neste ano, já foram iniciadas e concluídas ou estão em andamento, diversas frentes de obras, contemplando a sede do município, os bairros IBC, Zumbi, Coramara, Teixeira Leite e Centro, além dos distritos de Pacotuba e Vargem Grande de Soturno.

Marcos Mendanha explica que a atuação da empresa tem como foco manter a excelência dos seus serviços, realizando investimentos contínuos em tecnologia, inovação e pessoas. Cachoeiro de Itapemirim já alcançou a universalização desses serviços na área urbana, conforme prevê o contrato de concessão e também o novo Marco Regulatório do Saneamento Básico.

“A concessionária desenvolve um plano anual de investimentos para modernização e ampliação dos serviços de saneamento, e está à disposição do município para discutir uma maior abrangência do contrato, levando os benefícios do saneamento básico a mais cachoeirenses”, enfatiza Marcos Mendanha.

25 anos: avanços e números

– Modernização e ampliação de sete Estações de Tratamento de Água (ETA), com produção diária de 36,2 milhões de litros de água para abastecer 186 mil habitantes (99,5% da área urbana).

– Implantação de mais de 270km de novas redes de água.

– Redução das perdas de água de 56% para 23,4% (média nacional: 40,1%).

– Mais de 18 milhões de litros de água de capacidade de reserva para consumo, uma segurança para evitar desabastecimentos em períodos de estiagem.

– Expansão da cobertura de tratamento de esgoto de 5% para 98% na área urbana.

– Construção e operação de 11 Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), compreendendo a sede e todos os distritos de Cachoeiro.

– Implantação de mais de 260 quilômetros de redes coletoras, coletores-tronco e interceptores.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *