quarta-feira,
29 de maio de 2024

Polícia Civil prende seis suspeitos por utilizar imóvel como ‘boca de fumo’ em Piúma

Redação

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), com o apoio da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), efetuou seis prisões na última quinta-feira (28), no município de Piúma, com o intuito de dar cumprimento a mandado de busca e apreensão. Os seis são investigados por compactuar com o tráfico de drogas, utilizando um imóvel no bairro Niterói, em Piúma, como “boca de fumo”.

“A operação faz parte de um conjunto de ações da polícia que tem como objetivo combater o tráfico de drogas no município”, afirmou o titular da Delegacia de Piúma, delegado David de Santana Gomes.

A equipe deu início às diligências após a equipe policial receber diversas denúncias informando que uma residência estava sendo utilizada como ponto de droga. Por meio das investigações, a equipe policial conseguiu encontrar a residência no bairro Niterói, em Piúma, onde foi possível localizar e prender os seis investigados. A residência tem três andares e as buscas foram realizadas no primeiro andar e no terraço.

Na residência, foram apreendidos um simulacro de metralhadora e cigarro confeccionado artesanalmente de substância similar à maconha. Já no andar superior, foram encontradas 86 pedras de crack, 380 gramas de maconha, uma máquina tupia da marca Makita, além de um marcador da marca Cássio, o valor de R$626 reais em notas fracionadas, um veículo do modelo Classic, uma réplica de fuzil Ar-15 e quatro aparelhos celulares.

De acordo com as investigações, um dos presos, de 41 anos, era o responsável por alugar o imóvel para traficantes e que um segundo detido era parceiro dele na movimentação do tráfico de drogas. Ambos estariam realizando cobranças de dívida de drogas, chegando a agir com violência e grave ameaça. Os detidos foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação com o tráfico.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.
Array

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *