sábado,
22 de junho de 2024

Moraes manda soltar o renomado jornalista Jackson Rangel de Cachoeiro

Por Redação do NC

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou nesta segunda-feira (18) que 46 presos, recebam liberdade provisória. Apesar da decisão, os envolvidos continuam respondendo pelos crimes e devem usar tornozeleira eletrônica. Entre os 46, estão; o vereador Armandinho Fontoura, o jornalista de Cachoeiro, Jackson Rangel e do líder religioso Fabiano Oliveira, “conhecido como Pastor Fabiano”. Os três estão presos desde dezembro do ano passado, na Penitenciária de Segurança Média I, em Viana.

Conforme o site do STF, todos continuarão a responder aos crimes mediante cautelares, como tornozeleira eletrônica. Ao todo, apenas 66 pessoas – entre as mais de duas mil que foram detidas pelos atos – seguem presas.

Ainda Conforme o site do STF, entre as medidas cautelares impostas estão, ainda, a proibição de sair da comarca, a obrigação de se apresentar semanalmente ao juiz responsável pela fiscalização das condições, a suspensão do porte de arma de fogo e o cancelamento de passaportes.

Essas pessoas também não poderão utilizar redes sociais nem se comunicar com os demais investigados.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *