sábado,
15 de junho de 2024

Feriado de carnaval termina com 28 acidentes e uma morte nas estradas que cortam ES

“Fiscalização atuou nos seis dias da folia combatendo as condutas de excesso de velocidade, alcoolemia ao volante e de ultrapassagens proibidas”.

Redação

A Polícia Rodoviária Federal encerrou à meia-noite desta quarta-feira de cinzas (14) a Operação Carnaval 2024, marcada por expressiva redução da gravidade nas rodovias federais do ES. O período da operação, que teve início na sexta-feira (09), foi de tráfego intenso nas rodovias federais e condições climáticas instáveis, registrou queda de 42% no número de acidentes, 53% nos feridos e 75% na quantidade de mortos durante o feriadão, quando comparamos com os números da Operação Carnaval 2023:

OPERAÇÃO CARNAVAL
20242023Variação
Acidentes2848-42%
Feridos 2962-53%
Mortos14-75%

Fonte: Setor de Operações da PRF no ES

O período de carnaval é o feriado de maior criticidade no País, já que reúne diversas condições que levam à insegurança no trânsito, como longos deslocamentos, veículos com ocupação máxima, descontração, consumo de bebida alcoólica nos destinos e ansiedade para chegar. Por esses conhecidos motivos, a PRF direcionou o foco para a fiscalização de velocidade, de ultrapassagens proibidas e da mistura álcool e direção, utilizando toda a força de trabalho do ES, convocando policiais lotados nas áreas administrativas e contando com reforço de policiais de outros estados desde o início da operação.

Ainda que o resultado seja de redução na gravidade, ocorrências foram atendidas pela PRF nos seis dias de operação, quase sempre associadas ao comportamento irresponsável dos motoristas. Nos cerca de mil quilômetros de malha federal, foram registrados 28 acidentes, sendo 12 considerados graves. 29 pessoas ficaram feridas e 01 morreu. O acidente com morte, atropelamento de pedestre, foi registrado na BR-101, km 132, em Linhares, por volta de 21h30, do domingo (12).

PRINCIPAIS INFRAÇÕES
Excesso de velocidade7.043
Ultrapassagem proibida527
Veículo em mau estado de conservação ou defeito equipamentos/sistema iluminação220
Deixar de usar o cinto segurança170
Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado109
Dirigir veículo sem possuir CNH/PPD/ACC67
Dirigir veículo com validade de CNH/PPD vencida há mais de 30 dias32
Condutor sob efeito de álcool25

Além do excesso de velocidade e das ultrapassagens proibidas, as principais infrações flagradas pela PRF foram irregularidades com má conservação do veículo ou falta de equipamentos obrigatórios e documentação. 67 condutores foram flagrados dirigindo sem possuir habilitação. No total, excluindo flagrantes de velocidade, foram registrados 1.694 multas de infrações ao CTB.

Principal fator do agravamento de acidentes em rodovias federais, o excesso de velocidade foi encarado como prioridade de fiscalização durante o Carnaval. O uso de radares em todas as rodovias federais do ES resultou em mais de 07 mil flagrantes de imprudência.

No combate à combinação álcool e direção, mais de mil e trezentos motoristas foram submetidos ao teste de embriaguez, sendo que 25 foram autuados por consumir bebida alcoólica antes de dirigir ou por se recusarem ao fazer o teste que constata o consumo de álcool. Eles pagarão multa de R$ 2.934,70 e terão o direito de dirigir suspenso por um ano.

Combate ao crime – Mesmo com o foco em segurança viária, ações da PRF também tinham o olhar para o combate aos ilícitos criminais. Em seis dias de Carnaval, foram presas 13 pessoas em flagrante.

NÚMEROS DA OPERAÇÃO CARNAVAL 2024
Pessoas consultadas/fiscalizadas4.911
Veículos consultados/fiscalizados4.402
Animais retirados da pista04
Testes de alcoolemia1.390
Veículos retidos ou recolhidos ao depósito259
Fiscalizações de ultrapassagens453
Ações de combate à criminalidade49
Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *