sábado,
15 de junho de 2024

Eleições 2024 – Domingos Martins: Carlinhos Borboleta é o primeiro pré-candidato a prefeito a ser entrevistado na série especial do município

Por Eduardo Antunes

O portal Notícia Capixaba inicia a série de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito de Domingos Martins. O pré-candidato Luiz Carlos Prezoti Rocha, mais conhecido por Carlinhos Borboleta, recebeu, no último final de semana, nossa reportagem. Confira a entrevista, mediada pelo jornalista Eduardo Antunes.

Notícia Capixaba: – Luiz Carlos Prezoti Rocha (PP) é ex-prefeito de Domingos Martins e mais conhecido como Carlinhos Borboleta. Carlinhos, se apresente e nos fale sobre seus mandatos, sua vida pública e sobre família, também.  

Carlinhos Borboleta: – Estou em Domingos Martins há 53 anos, cheguei nos anos 1970 e, graças a Deus, estou aqui até hoje. Aqui me casei e hoje eu tenho três filhas, que moram na Grande Vitória, mas sempre estão aqui, com a gente e temos cinco netos. Eu sempre agradeço a Deus e ter me enviado para Domingos Martins, onde fui muito bem recebido.

Na política, em 1992 cheguei a ser eleito para vereador. Já em 1996 fui eleito vice-prefeito do Pedrinho Hoppe e, em 2012, fui eleito prefeito, junto ao nosso querido Dr. Manoel Barcellos. Domingos Martins é um município muito bom de viver, com pessoas trabalhadoras e de bem e nós estamos mais uma vez com nossa pré-candidatura a prefeito deste belo município.

– Me fale sobre o legado que você tem deixado na cidade, pois já foi vereador, vice-prefeito e prefeito de Domingos Martins.

– O inesquecível Alfredo Mayer, fomos vereadores juntos, trabalhamos quatro anos juntos, depois fui vice do Pedrinho Hoppe e nós trouxemos o que é nosso maior lazer, aqui em Campinho. A Rua de Lazer foi feita pelo Pedrinho e o Carlinhos. Na época nós deixamos muitas coisas, como o posto do INSS. Sobre meu período de prefeito, para conseguir realizar grandes obras, nosso orçamento era de apenas R$ 48 milhões ao ano. Se fosse comparar, hoje, graças a Deus, a prefeitura tem um orçamento aproximado a R$ 200 milhões. Aumentou muito, bom que aumentou! Nós temos um município que todo mundo sabe o potencial, as pessoas querem vir morar e passar bons momentos em Domingos Martins.

Temos que ser um município forte, trabalhar muito na agricultura, nós temos 70% de nosso cidadão martinense, vivendo da agricultura. Temos um excelente turismo na nossa região serrana, que merece ser incrementado e ser ainda mais forte com mais belezas naturais preservadas.

– Na sede do município, tem as festas e sobre o agroturismo no interior. Qual a visão do Carlinhos Borboleta sobre estes eventos, se deve manter ou tem que aperfeiçoar algo, elaborar um calendário mais robusto. O que o senhor pensa?

– As festas têm que ser mantidas, as festas tradicionais, que já vem de muitos anos. Acho que tem que fortalecer mais ainda, dar mais brilho a essas festas. Isso para oferecer às pessoas que vêm nos visitar e ao munícipe. Nós temos um município com este potencial que nós temos no distrito Aracê, na Pedra Azul, ali o turismo é muito forte, as pessoas que vêm, querem conhecer e cada dia que passa, ainda bem que está fortalecendo ainda mais, então nós temos um potencial no turismo. Assim, todo mundo ganha com isso. Vamos receber muito bem as pessoas. Estamos aí para somar.

– Me fale sobre seu plano de trabalho com relação à terceira idade.

– Manter com muita força a terceira idade do nosso município é um dever de todo gestor do município. É um prazer muito grande já ter ajudado nesse desenvolvimento. Meu pensamento é na terceira idade, que deve ser incrementada e ser ainda mais forte. Na vila de Perobas a gente chega a se emocionar ao ver o carinho daquelas pessoas. Junto à comunidade de Ponto Alto, é um trabalho que sempre se destaca, com uma equipe que permanece, mesmo após a troca de governos. Todos estão de parabéns.

– E o potencial agrícola?

– Sou filho de agricultores e a gente tem um município em que 70% das pessoas vivem da Agricultura. Graças a Deus que está muito bem hoje nós estamos com a nossa agricultura em alta, fico feliz por isso. São várias associações que é preciso fortalecer. Fomos parceiros em 2013 da Coopram, uma cooperativa que temos que fortalecer e parabenizar o trabalho daquela equipe, que hoje é comandada pelo Darli Schaefer, um grande administrador, com muito potencial que todos nós sabemos que o mesmo tem.

Com esse orçamento, Domingos Martins tem que fazer muitas coisas, dar oportunidade, a administração pode realizar muitas obras, mais rapidamente, com diálogo. Muitas ruas, junto ao nosso governador e isso nasceu lá atrás, em 2004, quando Ricardo Ferraço foi secretário de Agricultura, no primeiro governo Paulo Hartung. O Programa Caminhos do Campo foi avançando pelo estado e chegou nesse potencial que tem hoje, com o governador Casagrande fortalecendo demais os prefeitos e o estado só têm a ganhar.

Eu falei sobre a Coopram, no ano passado eles conseguiram vender a ponkan, que nós estamos na safra dela agora. Eles conseguiram desovar, com vendas para São Paulo e outros estados e funcionou. Hoje o produtor consegue vender uma caixa de ponkan de R$ 40 a R$ 50. Esse foi o trabalho da cooperativa, que conseguiu fazer esse movimento para merenda escolar e para São Paulo.

Vemos com bons olhos, nossa cultura é muito forte. O agricultor o que ele quer são boas condições nas estradas. É preciso voltar com o Pronaf, que a gente tinha trabalhado. O fomento para agricultura familiar ajuda muito o produtor.

Só temos que parabenizar o nosso município na área da Agricultura, assim como a terceira idade. O produtor não é só alegria aqui no estado, vai da gente para todo o Brasil. A mercadoria sai daqui para Rondônia, por exemplo. Trabalhei por volta de 10 anos no Ceasa, onde havia mercado para o Rio Grande do Norte, Recife, Fortaleza e Rio Grande do Sul, também. No Brasil, nosso estado manda e todos os produtos vão para todo nosso país, então vou agradecer mais uma vez a Deus por estar aqui com minha família.

– Para finalizar, já agradecendo, peço que deixe uma mensagem ao morador deste município, como pré-candidato, e se quiser abrir seu coração sobre algum tema ainda não abordado, fique à vontade.

– Estou, junto de minha família, aqui hoje e eu penso que pelo resto da minha vida vou continuar aqui, em Domingos Martins. Com bastante tranquilidade, para você ser candidato, tem que ser pré-candidato e deve estar preparado para ganhar e preparado para perder. Temos conversado muito com o MDB, nessa linha de prefeito e vice-prefeito. Tem que conversar e o que tem mais adiantado é o PP com MDB, então a gente está conversando nessa linha, mas ainda não fechamos nossa composição, que ainda tem o União Brasil e pode chegar mais gente. Estamos conversando com os outros partidos para poder fazer essa coligação ainda mais forte para ser candidato, após as convenções.

Quero agradecer muito, pois estamos morando em Campinho, em primeiro lugar, 42 anos no mesmo endereço. Muito obrigado a todos vocês, temos que ter gratidão conosco. Eu acho que, na vida política, nós temos os altos e baixos. Quero deixar, também, meus parabéns ao nosso governador, Renato Casagrande, junto com o vice-governador, Ricardo Ferraço, pela atenção ao nosso município.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *