sexta-feira,
12 de julho de 2024

Hospital filantrópico de Afonso Cláudio enfrenta grave crise financeira

“Durante visita técnica da Comissão de Saúde, diretora do filantrópico afirmou que recurso repassado pela prefeitura é insuficiente para cobrir os gastos.”

Redação

Em sua 30ª visita técnica para conhecer a realidade da saúde pública nos hospitais capixabas, a Comissão de Saúde esteve, nesta quarta-feira (24), na unidade filantrópica que atende a população do município de Afonso Cláudio.

A diretora do Hospital São Vicente de Paulo, Marfiza Machado de Novaes, relatou que a instituição enfrenta dificuldades financeiras para os atendimentos nas áreas de clínica geral, pediatria, maternidade, cirurgia geral e enfermaria.

O atendimento diário chega a 180 pessoas no setor de emergência, com internação média de 38 pacientes, ocupando boa parte dos 50 leitos direcionados ao SUS.

Marfiza disse que a instituição só continua funcionando graças a emendas parlamentares que se somam aos recursos de R$ 759 mil mensais repassados pela Secretaria Municipal de Saúde. “O contrato com a prefeitura vence agora no dia 30 de abril e estamos em negociação para o novo convênio”, relatou.

A secretária de Saúde de Afonso Cláudio, Carolina Dias Gomes, destacou a importância da visita técnica do colegiado.

“Conseguimos ampliar de R$ 6,8 milhões para quase R$ 10 milhões os repasses anuais para o Hospital São Vicente de Paula. Mas mesmo assim não são suficientes para atender toda a demanda da unidade. Essa visita da Comissão de Saúde nos dá esperança de mais recursos, principalmente por meio de mais emendas”, afirmou.

Carolina garantiu que a prefeitura investe atualmente quase 30% dos recursos orçamentários municipais na área da saúde, o que representa o dobro da obrigação constitucional de 15% para os Municípios.

“Mesmo assim a demanda é crescente e necessitamos de mais apoio já que temos grandes desafios, principalmente o fortalecimento da rede de atenção primária da saúde”, acrescentou.

O presidente Bruno Resende avaliou que a instituição tem prestado bom atendimento em relação à realidade de outros hospitais de pequeno porte. “Mas há pontos que necessitam de melhorias, como ampliar as cirurgias eletivas e a oferta de exames de especialidades, como endoscopia. O hospital já tem um tomógrafo adquirido com recursos de emendas federais e que vai ser implementado”, observou.

O deputado acrescentou que as visitas técnicas colhem informações para que o colegiado possa propor ações voltadas para a melhoria da saúde pública em todo o estado.

“É importante que os parlamentares estaduais e federais conheçam essa realidade da saúde para elaborar emendas que atendam as demandas de cada região e dos municípios”, defendeu.

Resende citou ainda que as demandas apontadas pelos gestores municipais de saúde podem resultar em indicações ao governo do Estado para melhorar o atendimento médico e hospitalar do SUS.

Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site, e nos reservamos o direito de excluir. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *